Durante muitos anos eu venho notando uma coisa no mínimo cômica e por vezes trágica. São os bombados do meu tempo de juventude, em que eu ficava como expectador, já que as meninas gatíssimas os preferiam muito mais e prontamente do que garotos como eu, magros, e para piorar, mais altos. Era insuportável ser menos desejado ou indesejado pelas meninas lindas, principalmente quando os mais fortes estavam por perto. E não bastasse serem mais fortes, eram, geralmente, mais bonitos, tocavam algum instrumento, tinham um carro mais maneiro e todo mundo queria estar perto deles. Restava ser o palhaço da turma, se quisesse um lugar na turma, ainda que fosse como o bobo-da-côrte. Isso era um sofrimento diário, uma sina cruel, porque tinha que representar o bobo todos os dias, e só assim conseguisse-ia estar perto das mais bonitas meninas da turma, sentir seus perfumes e ganhar seus sorrisos, mesmo que fosse fazendo graça. Cresci com esse estigma e muitas vezes era um fardo pesado e cansativo. Ver belíssimas moças se envolvendo com os mais fortes era sofrível e destruidor, principalmente de coração. Convivi com as perdas desde adolescente, e chega um momento que você se acostuma com isso, que nem mais percebe a diferença de uma perda e um abandono. Casei-me com esse sentimento de que perderia um dia, e quando vieram as separações foi só uma confirmação do quanto eu estava certo. O tempo passou, e o engraçado foi rever alguns colegas do tempo de adolescência e juventude, rapazes que eram fortes, sarados, bombados e rodeados de meninas lindas apaixonadas numa apresentação que não queria estar no lugar deles. Ora como pai, arrastando a prole num mercado, gordo e careca, ora no estilo "forte" e pesado, pançudo, ainda que com cabelo, com a menina que era o suprassumo do momento, até bonita, barriga um tanto escorrida por sobre o botão e o zípper da calça. Rapazes que eram fortes e sarados, bombados e marombeiros e que lhos faltavam cabelos, e um corpo legal. "Rodrigão! Você não mudou! Você parece mais novo do que era!", disse um que me viu espantado. Alguns realmente ficaram uma aberração depois de 20, 25 anos. Algumas lindas misses se tornaram "plus size" e eu lá, diante do túnel do tempo, do jeito que estava (com mais cabelos, é claro) quando eu era invisível ante a beleza do casal e seus amigos, e recentemente passei a ser visível, reluzido e admirado pelos mesmos amigos. Hoje vejo essas meninas, essas moças, a maioria cultuando o corpo e se entregando de corpo e alma, principalmente de corpo para caras muito mais malhados, fortes, sarados e bombados do que a vinte anos atrás. Certamente terão neles parceiros gordos, pesados, muitos carecas e nenhuma referência de um tempo em que se tirava onda. Nem barriga tenho e se não estou com mais energia do que aquele tempo, devo estar com mais disposição. E eles? Ahhh... eles estão na dieta, enquanto eu posso ir à churrascaria comer sem culpa nem peso na consciência. Então você rapaz que pensa que é bonito ser sarado, bombado, lembre-se que seu corpo num dado momento se cansará, que nem ex-atletas (jogadores de futebol, volêi, natação, lutadores de box etc), chega um momento que o corpo não tem mais a mesma elasticidade e fibras para transformar. Eu tenho à minha disposição fibras modeláveis, a hora que eu quiser, apesar que por hora não quero muito.

Publicado por Rodrih às 20:05 | Link do post
Pontos vermelhos = acessos no mundo!
VISTO POR
fast stats
Get Voip Service
Comentários
Faz sentido...
É incrível, mas vc "desenhou" a imagem dele. Ele é...
Cuidado com a autossabotagem. A mente humana é cra...
Olá! Sou separada e ultimamente tenho pensado muit...
Fiquei mega curiosa sobre esses métodos não conven...
OI DIGOOBRGADA TBEMNAO VOU FALAR MTO MAS OBRIGADA ...
Oiiiii Rodrigo! Qto tempo moço! Lembras de mim? So...
eu tambem faco em casa nunca fui em academia come...
Com misógino não tem que entender o que se passa o...
Pelo jeito de escrever deduzo que seja uma mulher,...
Não sei o que dizer, Michele, mas agradeço sua obs...
Estou buscando compreender meu pai, e vejo a vida ...
Tenho acompanhado seu blog e acho você é um cara m...
Sabe de uma coisa, eu fiquei imaginando você e por...
Acho q casei com um misogino ? O problema q moro f...
Olá Quésia, obrigado por deixar seu comentário e c...
Olá Daniela, obrigado por participar com sua opini...
Muito interessante, obrigada por compartilhar!
Quanto mais você ajuda e tenta mostrar o caminho, ...
Danielly, bem vinda e obrigado por visitar o blog!...
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar
 
Mensagens
Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
17
21
22
24
25
26
28
29
30
SAPO Blogs