Todos nós precisamos de alguém que precise da gente, mas quando chega um momento em que, infelizmente, nos tornamos dispensáveis, quer por termos perdido o "valor", o status, a beleza, a credulidade, a simpatia ou seja, o interesse em geral (diga-se de passagem: o "interesse"), então somos lançados na vala dos mortos, dos moribundos e dos zumbis.  Lá ficamos perdidos, sem saber que universo é aquele tão fétido, tão sombrio, tão vazio, apesar de estarmos cheio de morte, tristeza e desespero. É a morte anunciada pela parte que nos dispensou, é o caveirão que passou e pegou você, justo pois você era quem estava à mostra embalado no saco de lixo do cheque-mate de desprezo dado pela parte que você jurava que te amava muito, acima de qualquer suspeita, erros, brigas, desentendimentos e ciúmes também. Muito bem, você é o lixo da vez e lixos vão para a vala dos mortos. Quando você se sentir demasiadamente assim e essa angústia perdurar, tornar-se uma lembrança diária, então redobre sua atenção, porque você pode estar sofrendo de traumas de rejeição na infância ou até mesmo durante a gravidez de seu nascimento. Então leva um tempo para você entender ou assimilar o que está acontecendo. O cheiro ruim de tudo que está ao seu redor desaparece, o calor ou frio também, as cores somem, desaparecem, o paladar deixa de existir, seus ouvidos não escutam absolutamente nada, seu estômago não processa os alimentos, ou o abaixo do mínimo em quantidade que você consegue pôr na boca. Você fica meio que anestesiado, um zonzo quase que permanente, como se tivesse a possibilidade de ficar por horas, dias, meses sob as profundezas de um lago, ali, parado sem ouvir, sentir, falar nem participar de nada, só silêncio e muitas perguntas mal formadas na mente. Há pessoas que não atravessam o Deserto, não se permitem ou talvez consigam se desapegar rapidamente da pessoa que amou um dia ou pela pessoa que o amou, vai saber... então, este texto é para quem resolve atravessar seu Deserto, mergulhar em suas próprias reflexões, procurar entender o porquê das coisas, se permitir biblicamente ter o tempo para cada coisa (vide eclesiastes 1-6), pois são pessoas que não têm resistências às perdas, possuem algum trauma em rejeição, então praticamente vivenciam o que relato aqui. Depois de quase 90 dias você entende que realmente está na vala dos mortos, e portanto, você está morto, mesmo que não soubesse ou não entendesse, mas está sim. Daí você já está consciente e os pensamentos começam a bombardear sua mente, sua cabeça vira uma estação de trem, que mesmo sendo bem controlada, não passa por algo muito equilibrado, é barulhenta - ainda que no mais intenso silêncio e é um imenso caos. Passado essa fase, você começa a se autossabotar com pensamentos, conclusões místicas, mentais e psicológicas. Você começa a viajar demais na batatinha, acredita que está livre, leve e solto, então procura uma fuga para você se apoiar, como uma bengala, e se matricula numa academia bem movimentada para desenvolver sua sexualidade renovada, mas não o seu bem-estar. A autossabotagem acontece nos 3 primeiros meses de deserto e vai até e aproximadamente o 15º mês de vida solitária. Tudo se torna autossabotagem. Você se sabota em todos os pensamentos, conversas, encontros, desencontros etc. Você se engana e se ilude diversas vezes, seu maior inimigo é apenas você mesmo. Você se expõe demais, e pensa que as pessoas estão sentindo pena. Você jura o tempo todo que já se libertou daquela pessoa que destruiu seus sonhos, seus planos e seus desejos. É a fase dos mortos-vivos e você já saiu da condição de morto e agora vaga por aí sem saber de onde veio e muito menos para onde vai. Então você pensa que ainda pensa e quando isso acontece jura que pensou em dar a si próprio um banho de loja, cortar o cabelo e se veste bem melhor como nunca esteve. Tudo ilusão, tudo gasto e perda de tempo, apesar que isso é inevitável. Você acha que está sendo visto, mas na condição de morto-vivo você hora é percebido, hora nunca foi visto. Ser invisível é algo que você passa a acostumar. Não ser a pessoa ideal para ninguém, não estar na medida, não ter o menor quesito de beleza e até perder a fé são coisas que você passa a entender durante esse novo período de 15 meses. Sua vida social é deletada, riscada do mapa, seus amigos vão sumindo gradativamente e cada vez que vêem você na zona de rebaixamento emocional. Eles todos se afastam, falam de você nos cochichos, dizem para você que viram a pessoa amada que te abandonou, então você entende que se enquanto amigo, essa pessoa faz isso, poderá imaginar que se fosse seu inimigo não seria diferente. Você conhece todo tipo de gente e começa a perambular em todo tipo de crença, doutrina e fé. Você chega a fazer coisas que jamais imaginou-se fazendo, tudo porque você está procurando respostas e encontrando absolutamente nada. Não adianta! Essas coisas funcionam com as mulheres, mas com os homens a única coisa que alivia a dor, o cansaço, a tristeza e o pensamento auto-sabotador e auto-destrutivo é o sexo com outra mulher.

Publicado por Rodrih às 02:39 | Link do post
Estado de Espírito:
Pontos vermelhos = acessos no mundo!
VISTO POR
fast stats
Get Voip Service
Comentários
Rodrigo. Quero bem bem muitao! 
Ola..Aí vão algumas dicas...quando eu tinha 14 ano...
Oi Patrícia, obrigado por visitar o blog e compart...
Ando sendo devorada pelos meus mostros... preciso ...
Oi Ju, boa noite, vou procurar responder seus ques...
Obrigado Sarah! Gostaria que lesse os comentários,...
Olá Danielly, obrigado por vir ao blog se surpreen...
Caro Charles, obrigado por visitar o blog e compar...
Sr. Mário Malaquias, olá. Veja sobre a informação ...
Nossa, isso funciona mesmo, estou ate agora chocad...
- Bom Dia, Galera, me acabei de rir. Profundo a su...
Interessante
Amei, muito bom e muito bem explicado.
Aqui onde moro as pessoas dizem: "pick your battle...
Oi Juh, obrigado por acessar o blog e buscar nele ...
Boa noite! Estou estudando o comportamento humano ...
Infelizmente ainda tem gente para fazer isso e par...
Olá Gustavo, boa noite. Obrigado por comentar e co...
Estou estarrecida do tanto que estou fazendo tudo ...
Sr. Pedro Malaquias, eu havia postado a notícia so...
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar
 
Mensagens
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
28
29
30
31
blogs SAPO