Um dia todas as pessoas conhecem o sentimento de paixão e amor, saudade e da alegria do reencontro. O abraço do perdão, a reconciliação. Um dia conhece a dor da partida e a felicidade de um encontro, o sorriso que vem no sorriso que vai. O sentimento de paixão dá sentido à vida, faz vitórias acontecerem, realiza milagres e gera vida nova. Ressuscita o moribundo descrente, cura o enfermo do coração ferido. É impressionante o quanto dá para viver bem estando com quem se deseja estar, nada é obstáculo, os desafios difíceis são suavizados pelo chamego e pelo carinho da parte amada. Nenhuma lágrima desce em vão, e nenhuma tristeza perdura desde então. Eu tive a sensação mais gostosa do planeta de sentir isso uma vez, muito embora possa estar me iludindo que realmente tive, mas se não tive, finjo pra mim. É meu direito. Quando se perde mais do que bens materiais, a dignidade, o orgulho e a vaidade, com tudo isso vão-se a boa autoestima, o amor próprio e a fé em si, nas pessoas, no mundo. É muito difícil chegar ao fundo do poço na solidão, porque é terrível experiência, poucos aguentam. Geralmente se busca alguma fuga, não dá para descer o poço da amargura sem nada, vício ou algum tipo de máscara. Eu busquei as máscaras no descer profundo do poço, da mina escura e triste o trem da minha vida. Sem ter com quem contar e muito menos a quem contar você sucumbe em seu silêncio e sua culpa, aliás, suas culpas, várias delas. A vergonha de ser você é a sua bandeira e tudo o que você poderia produzir já não é tão possível. É difícil se reerguer, muito, muito difícil. Com máscaras se pode reerguer, cantar, sorrir às gargalhadas, ser intelectual, forte e resistente, liderar, ser o melhor e até ser mais bonito. Mas é no momento em que se põe a cabeça no travesseiro que o tribunal é aberto, o juiz da verdade entra e você começa a ser julgado. A cabeça entra num estado de tristeza, melancolia e fraqueza tão profundas, que dificilmente consegue-se manter acordado  pelo peso que esmaga a consciência na fraqueza de não conseguir dar a volta por cima. Rezo uma curta oração a Deus pedindo saúde e vida para minha mãe, meu pai e minha família. Também peço para os amigos e pessoas que não me fizeram mal. E durmo. Faço isso a 2.920 dias, isto é, há 8 anos. Sou um dos que estão alienados, viciados na Solidão. Por mais desesperador que seja ou que se torne, estar sozinho é mais seguro. Não é a melhor coisa, mas é a pior que se torna mais leve, muito embora seja também tão pesado que não dá para suportar. Viciados em solidão não tem amor-próprio, a autoestima praticamente não existe e o que se busca é a redenção no ato de ajudar as pessoas, conhecidas ou desconhecidas. Isso torna o fardo mais leve e a noite mais gratificante. Não existe uma única noite que a solidão deixa de judiar de um viciado nela, mas não é um vício que se busca por suas doses e doses para manter a cabeça aérea longe de autocobranças e autoculpas, e sim um vício pela omissão de se acreditar na ressurreição. Estou abrindo essa reflexão para que se perceba os viciados na solidão, pessoas sozinhas demais, que não saem, não são vistas em lugar algum e estão sempre ajudando as outras de alguma maneira. Essas pessoas sofrem um sofrimento que não é possível mensurar sua dimensão. Mas é muito mais fácil se fazerem ser esquecidas, desviam o assunto, agradam demais, se doam, e estão sempre dispostos a ajudar. Tudo máscara de uma profunda solidão sem prazo para acabar. Geralmente são cinéfilas, daquelas que assistem filmes sozinhas; adoram cozinhar pratos saborosos para os outros, mas para si dispensa dizendo que adora cozinhar, mas não de comer as delícias que saem de suas mãos. Não tem amigos reais, só virtuais, e os reais são amigos online, aconselhados, direcionados ou ajudados. Eu nunca me imaginei me tornar um viciado na Solidão, usuário de máscaras no dia a dia e pensamentos explodindo numa frustração avassaladora na minha mente. Não há psicologia, não há remédios, não há orações ou cultos que cure um viciado na solidão. É a mesma coisa que um misógino, este não tem cura, não tem conserto, porque foi o tipo de homem que na infância e adolescência não foi acolhido pela mãe, foi excluído ou maltratado, perseguido pela mãe. Se torna um homem adulto agressivo e ofensivo à mulher que o ama. Esse tipo de homem não tem mais cura, não tem mais jeito. Os viciados na Solidão são pessoas muito sofridas, que superam dores profundas, que lidam amistosamente com chacotas de gente amiga imprudente. Geralmente os viciados na Solidão são pacíficos e pacifistas, são pessoas do bem e nunca irão fazer o mal a ninguém. São dedicadas, inteligentes, mas são sofridas e estão sem forças para tentar se erguer. Algumas começam a se mexer depois de três, cinco, oito anos vivendo em extremo isolamento e triste solidão, mas com máscaras diversas que ninguém consegue perceber o quanto está deteriorado aquele atrás do sorriso, da gargalhada ou do rosto seguro. Diga-se de passagem que as máscaras salvam vidas, recuperam pessoas tristes, recria, refaz, renova, oriente, indica, vigora, saúda, empodera e renova pessoas sofridas que ainda não entraram no processo de vício na Solidão. Desde dezembro de 2008 estou vivendo o vício na Solidão, já nem sei mais o que é uma namorada para se ver todos os dias, ligar para saber sei lá o que, ir na casa dela e brincar com o cachorrinho chato de estimação. Sinceramente não faço a menor ideia de como é isso e nem sei se tenho estrutura emocional para encarar isso de novo. Preciso entrar num período sabático para me reinventar, pegar as últimas forças que tenho para aplicar em mim, arrancar as máscaras que escondem minha cara e investir em mim, na minha saúde, na minha boa forma e no meu sobreviver. Quiçá encontro alguém que veria em mim um porto-seguro. Desde muito tempo fui apelidade de "cabeça de bacalhau", justamente porque nunca era visto em lugar algum e no ano sabático que pretendo ter, mesmo vivendo no mesmo lugar que estou, quero tentar mudar isso de verdade. Viciados na Solidão são pessoas que só assim o são porque sofreram profundas decepções, e perderam, literalmente, o rumo da volta à vida. Por mais difícil que seja para mim, exponho algo da máxima magnitude no quesito segredo pessoal para que outras pessoas possam ser resgatadas dessa sentença sem fim, que só piora e machuca apenas na hora de dormir. Antes de ferir alguém com suas decisões fulminantes, pense que você pode estar condenando essa pessoa a viver uma vida inteira numa cela dela mesma. Para que a Vida não lhe cobre no mesmo peso e na mesma medida no futuro, quer seja consigo, quer seja com um ente querido ou mesmo inocentes como filhos, netos etc, procure a melhor solução para o problema no relacionamento, ainda que tenha que se afastar, faça isso com amor e gratidão. (o autor)

Publicado por Rodrih às 03:53 | Link do post
Pontos vermelhos = acessos no mundo!
VISTO POR
fast stats
Get Voip Service
Comentários
Faz sentido...
É incrível, mas vc "desenhou" a imagem dele. Ele é...
Cuidado com a autossabotagem. A mente humana é cra...
Olá! Sou separada e ultimamente tenho pensado muit...
Fiquei mega curiosa sobre esses métodos não conven...
OI DIGOOBRGADA TBEMNAO VOU FALAR MTO MAS OBRIGADA ...
Oiiiii Rodrigo! Qto tempo moço! Lembras de mim? So...
eu tambem faco em casa nunca fui em academia come...
Com misógino não tem que entender o que se passa o...
Pelo jeito de escrever deduzo que seja uma mulher,...
Não sei o que dizer, Michele, mas agradeço sua obs...
Estou buscando compreender meu pai, e vejo a vida ...
Tenho acompanhado seu blog e acho você é um cara m...
Sabe de uma coisa, eu fiquei imaginando você e por...
Acho q casei com um misogino ? O problema q moro f...
Olá Quésia, obrigado por deixar seu comentário e c...
Olá Daniela, obrigado por participar com sua opini...
Muito interessante, obrigada por compartilhar!
Quanto mais você ajuda e tenta mostrar o caminho, ...
Danielly, bem vinda e obrigado por visitar o blog!...
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar
 
Mensagens
Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
17
21
22
24
25
26
28
29
30
SAPO Blogs