Oi Rodrigo, bom dia!?? Sou Tábata de Alencar, estou a morar em Gaia - Portugal e meus pais são brasileiros. Sou portuguesa mas aprendi a falar mais o português brasileiro do que de portugal. Estou com 26 anos e a desenvolver a profissão de nutricionista. Estou a navegar assiduamente pelo teu sítio e sempre quis saber sobre uma coisa, mas tu nunca te pronunciaste a respeito directamente. Se tu puderes reflectir sobre o que se pode estar a fazer enquanto não se encontra a pessoa exacta que valha a pena amar desmedidamente. Ficarei demasiadamente grata.

Respondendo à Tábata em: 29/09/2015

Tábata, obrigado pelo comentário e mensagem carinhosos de sua parte. Vou tentar esboçar aqui os meus pensamentos, tirando um pouco de minhas experiências estritamente pessoais, que tanto posso estar vivendo isso atualmente ou não, isso ficará sob icógnita para que você possa tirar suas conclusões por si mesma, ok?!

Enquanto o amor não vem se apaixone por si mesma, pelos seus vazios, seus incompletos e seus defeitos. Crie manias de organização, higiene e cuidados pessoais, mas cuidado para não desenvolver o TOC. Pense alto, converse consigo, ria à toa sem medo de estar rindo sozinha. Dê gargalhadas, mesmo que se envergonhe de estar pagando mico, fodam-se os sagûis, leões-dourados, estrela e todos os demais micos. Se purifique se tornando mais maliciosa, beije na boca, use a boca para experimentar novidades, deguste, morda, exercite a boca, os ouvidos também. Ouça músicas, a internet permite que você copie músicas diretamente no pendrive, então faça seu álbum de músicas preferidas, e ouça, sem pressa. Aprenda a ouvir mais o silêncio, do que as músicas, dos que as pessoas, os barulhos que você faz, e descubra o quanto de zoada existe dentro do silêncio. Assista TV com o "mudo" ligado, só cenas, ou experimente assistir a TV desligada, não tenha receio de parecer maluca, experimente. Ande de bicicleta, patins ou patinete, sei lá, tênis com molas, faça amizades novas, vá à biblioteca saborear um bom livro. Não o leve para casa, deixe-o lá para poder voltar e criar o hábito de estar lá sempre. Vá ao cinema sozinha, se ficarem te olhando ria discretamente deles, certamente estão invejando sua independência e capacidade de ser sua melhor companhia. Compre peças íntimas ousadas, use-as para você mesma. Busque algo "porra-louca" pra fazer, uma descida pelo paredão de um precípício com uma equipe de alpinistas, descer correntezas num bote inflável, se dê a chance de se arrepender de estar em cada lugar desses, quando estiver lá. Trabalhe, mude de emprego, invente algo para ganhar um trocado a mais, quem sabe é seu feeling e você nem sabia?! Reaprenda a se alimentar corretamente, detox, própolis, saladas sem temperos cremosos, só limão e sal, às vezes sem nada, para sentir o sabor real das plantas. Compre livros em sebos, muitos daqueles de 1 real e leve-os consigo em parques, metrô, parada de ônibus e os deixe lá com um recadinho especial bem seu, que quem o encontrar por favor leia e devolva onde achou, coisas assim. Seja voluntária de alguma coisa, sei lá, tem tanta gente que precisa da gente! Vá em igreja e templos, sei lá, tem tantos, vá para apreciar as diferenças, as desigualdades da busca de fé, e perceberá que todos buscam o mesmo Deus, falam do mesmo amor, aclamam o perdão e a caridade, cantam e se alegram com a mesma espiritualidade. Enquanto o amor não vem, ame-se, perdoe-se, tolere-se, esqueça-se, ignore-se, faça as pazes consigo, louve-se, venere-se, seja simplesmente simples com você mesma. Selecione suas amizades, delete aqueles que nada trazem de felicidade para você, mas se esses deletados te procurarem, abra espaço para entrarem de volta, acolha-os e considere a possibilidade de ter se equivocado a seu respeito, e aproveite para aprender mais com cada pessoa que te procura. Não se arrisque em roubadas, não invente manobras que ninguém ousa fazer, não se drogue, não entre no universo dos entorpecentes, não se machuque por fora, nem por dentro, nem mais dentro ainda na mente. Não fique viciada em bebidas alcóolicas, nem a balada atrás de balada (isso estraga a pele, envelhece o rosto principalmente), beba menos café e prefira mais sucos ou frutas. Não compre confusão, onde estiver uma se afaste, você só tem uma vida. Evite contar tudo de si para não ser refém de pessoas mau intencionadas, oportunistas e dissimuladas. Goste dos animais, mas não saia catando bichos aqui e ali, apenas goste dos que estiverem a seu alcance e os que estiverem na rua a natureza cuida deles, não desperdice seu tempo querendo salvar o mundo, você não conseguirá e poderá não conseguir salvar a si mesma. Seja sexy, sensual, sensorial. Aprenda a seduzir com inteligência, ganhe experiências, mas não se exponha, tem gente que não merece e não sabe como administrar sua intimidade, tampouco sua privacidade. Faça poemas, poesias, viaje na maionese de suas indagações, há sites que você pode se cadastrar para mostrar seus talentos. Invente uma utilidades para potinhos de iogurte em sua casa, plante algumas sementes, veja a vida surgindo dali, irrigue, fotografe o nascimento das mudinhas, e as dê de presente para as pessoas de boa vontade. Faça um blog contando suas proezas, mas não vá na onda daquelas pessoas que falam asneiras no youtube, só para atrair "curtições" e ganhar dinheiro sendo estúpidas e idiotas, ou mesmo falando asneiras regadas a muitos palavrões, são pessoas hipócritas e incultas, você não precisa imitá-las, não oferecem nada de bom, por mais engraçadas que se tornem. Alguém precisa ser ridículo, nem que ganhe pra isso, mas você procure ser sóbria, pois hoje é uma coisa, amanhã são as escolhas que você faz hoje. Ontem são as escolhas que você fez hoje, agora a pouco e serviram para alguma coisa. Estude, estude, estude, aproveite para estudar e conquistar títulos, pois seu futuro depende dos títulos que conseguir, vai por mim. E se, de repente, surgir alguém para entrar e bagunçar a sua vida, entenda que você não poderá abrir mão de suas conquistas, seus títulos e das oportunidades que vierem por causa deles, só para viver a paixão com a pessoa amada. Não vale a pena. Abra mão da paixão, e não se preocupe, a Vida enviará outra pessoa para tornar a sua vida mais bela, será uma questão de tempo e enquanto o amor não vem, vá até você e se ame mais.

Abraços,

Rodrigo Caldeira

 

Publicado por Rodrih às 19:24 | Link do post

Faculdade é, por entendimento, o local que capacita talentos, permitindo licenças de propriedade, pelo conjunto das matérias que compõem cada uma das áreas do ensino superior. Faculdade tanto pode ser apenas uma que a pessoa faça, como pode vir a ter outras sequenciais, dada uma quantidade de talento que consiga desenvolver e aplicar na vida. Com isso, a pessoa pode se tornar mais habilidosa e ter maiores oportunidades de por em prática os talentos aprimorados, sob a permissão de quem possibilitou tais conhecimentos. Um professor, por exemplo, pode ser também um contador e psicólogo. Um médico pode se tornar um financista e trabalhar como executivo de negócios petrolíferos. O conhecimento licenciado permite à pessoa trilhar por caminhos disconexos entre si e tirar proveito de áreas e oportunidades financeiras. Existem, pois, três faculdades que são frequentemente frequentadas no mundo e principalmente no Brasil. Todas são instituições que capacitam talentos. Há a faculdade, cuja maioria populacional busca adquirir por diversos motivos, além do status. Alunos se digladiam entre si pela oportunidade de desenvolver suas habilidades, seus talentos. Note-se que faculdade não é local para aprender matérias, mas é um lugar para desenvolver o conhecimento mais aprimorado sobre cada estudo, a fim de trazer à tona um saber profundo do assunto pelo qual está se destinando o aluno na vida profissional. Para entrar na faculdade social, digamos assim, o candidato tanto pode arder seus neurônios para alcançar a melhor pontuação em disputas de conhecimento, provando sua capacidade de merecer a atenção de mestres que aprimorarão seus talentos, com os talentos deles. O vestibular é essa arena de provas, isto é, um momento em que todos se põem para provarem suas condições racionais e alcançarem o conhecimento minucioso e tão desejado. Existem métodos menos exigentes de outras instituições, que visam pagarem suas contas e faturarem um tanto mais, permitindo aos excluídos um lugar ao sol (ou à sombra) com menos esforço ou quase nenhum, desde que paguem para estarem lá. E assim saem pessoas capacitadas para executarem seus talentos com primazia, ou aqueles que simplesmente aumentam o número da massa graduada, a título do título apenas. O sucesso disso dependerá de fatores familiares, sociais e educacionais do indivíduo até aquele momento. Aos abastardos, aqueles que tem uma linhagem fraca e de um histórico de insucessos pela vida de seus antepassados, ou mesmo por terem seus genes mal fabricados - considerando que a Natureza é perfeita, mas mesmo assim comete erros na formação genética do caráter, que estão no invisível e só serão descobertas depois que o indivíduo manifestar sua primeira ação. Esses indivíduos "podres", que têm uma aparência normal são direcionados à uma outra faculdade em que são desenvolvidos os talentos destes. É a faculdade criminal. As instituições desse meio são concentradas nos presídios do país. Há docentes muito instruídos no desenvolvimento do crime, como há os mais dotados em ensinar os golpes. São materiais humanos geneticamente defeituosos e estragados cuidando de manter os genes ruins nos outros materiais humanos geneticamente defeituosos e estragados, vulgo bandidos, assassinos, estupradores, golpistas e toda a corja de malfeitores. Esses indivíduos são os materiais humanos que os genes foram constituídos com defeitos de fabricação mental, que mesmo sem se mostrarem no físico os defeitos genéticos, mostram nas ações o quão são imperfeitos. O vestibular para esses materiais humanos estragados requer somente que ajam naturalmente, executando suas habilidades. Suas ações os encaminham para as instituições que aprimorarão seus talentos criminais, seus conhecimentos impuros, suas orgias mentais. São seres que não trazem benefícios à sociedade, muito embora movimentem o capitalismo, a política e as vendas também. Chamo-o de "material humano geneticamente defeituoso", porque não podem ser chamados de humanos como todos os demais geneticamente perfeitos. E ser geneticamente perfeito não implica em ter corpo e mente racionalmente corretos, pois os portadores de necessidades especiais físicas ou mentais possuem o gene mental perfeito ou adequado ao comportamento humano, tornando-os humanos perfeitos. Os criminosos geralmente são corpos perfeitos com um nanodefeito genético mental, o que os torna diferente dos que possuem necessidades especiais mentais. São literalmente monstros, que raramente podem ser recuperados a curto prazo, muito embora alguns são irrecuperáveis. A faculdade criminal tem sucesso graças ao sistema governamental do país, ou seja, quanto mais corrupto for o sistema, mais criminosos se amontoam nessas instituições de aprimoramento criminal. E para fechar o conjunto de faculdades há a patrona da faculdade criminal, que é a faculdade política. Esta acolhe a todos, tanto formados na faculdade social, como na faculdade criminal. É uma instituição que tanto acolhe mentes saudáveis, os humanos, como acolhe os materiais humanos geneticamente defeituoso, vulgo criminosos. As três faculdades preparam o indivíduo para aprimorar seus talentos, quer sejam benfeitores à sociedade, quer sejam malfeitores. O interessante é que há mentes brilhantes que, por terem sido doutrinadas durante a formação de seu histórico pessoal (fatores familiares, sociais e educacionais) só se descobrem humanas depois de terem cometido algum tipo de ação indevida, nociva à sociedade. Então se destacam estudando na faculdade social e se resgatam como seres humanos geneticamente perfeitos. Já há aqueles que vêm da faculdade social e se revelam materiais humanos geneticamente defeituosos, em que suas naturezas são expostas como seres nocivos e indesejáveis. Eu, sinceramente, sou humano, e desejo muito continuar sendo, que meus genes mentais sejam esses que hoje são e que nunca eu seja um material humano geneticamente defeituoso, pois não tenho talento algum para ações criminosas.

Publicado por Rodrih às 19:58 | Link do post

www.eunaovoupagaropato.com.br


www.eunaovoupagaropato.com.br

 

 www.eunaovoupagaropato.com.brbexiga

 

 

Publicado por Rodrih às 12:04 | Link do post

Há algumas semanas conversando com um conhecido sobre as coisas da vida, toquei no assunto sobre mulheres, o quão é maravilhoso estar com elas, porque aprendemos tanto quanto ensinamos, além de sentirmos verdadeira alegria nos gozos de nossas existências, até mesmo quando elas são indigestas com cobranças intragáveis. Ainda assim, mesmo com essa "falha" - dentre tantas outras, é muito bom estar com elas. Então esse conhecido, um homem de idade avançada, experiente na vida profissional e não direi que também na vida pessoal, pois não conheço-o intimamente assim disse-me uma frase que me causou estranhesa e indiginação. Ele disse: "Mulheres são descartáveis". Isso ficou pulsando na minha cabeça, gerou conflitos e massageou meu ego, muito embora tenha mais gerado conflitos do que me confortado em minha postura machista hipócrita. Mulheres descartáveis? Como assim? Certamente ele deve ser muito frustrado com as mulheres em sua vida, ou foi muito bem servido por elas. Mas resolvi observar melhor as mulheres à minha volta e ver até que ponto essa afirmativa está correta e em que momento passa a ser equivocada. Se ele estiver se referindo àquelas com quem o homem transa, tem sexo e elas vão embora, então deveria incluir também os homens nessa afirmação. Os homens também são descartáveis, mais até do que as mulheres. Numa compraração irreverente e chula, porém de uma metáfora interessante, se voltarmos os olhos para  o gado, temos o boi e temos a vaca. O boi fornece a carne e o couro. Já a vaca fornece o leite, a carne e o couro. Sendo assim, a vaca tem mais utilidade do que o boi. A mulher tem muito mais potencial de transformação do que o homem. Além de ser a melhor pedida sexual, pois nela há, no mínimo cinco estimulantes sexuais (boca, mãos, seios, bunda etc), ela ainda pode muito mais. Já o homem tem menos atributos estimulantes, tornando-se tão descartável, quanto inútil. Mas, então porque as mulheres, em sua maioria, se permitem ser rechaçadas pelos homens, sendo descartáveis e não duráveis para usufruto de vida pessoal e social? A resposta para isso está no machismo que elas mesmas incumbem entre si. A teoria da mulher direita, que não transa no primeiro encontro, que é excelente dona de casa, ótima mãe ou profissional competente é uma grande farsa. Toda mulher precisa ser mulher para viver seus sucessos, precisa ser sensual para viver seu erotismo e precisa saber de seu potencial para ser feliz. Não é descartável porque a mulher é como uma ferramenta de trabalho, lavou tá nova. E isso significa que ela se renova, se reinventa com coisas simples. A frase não diz: "...lavou com shampoo da L'Oreal Paris fica nova e cheirosa.", mas diz apenas "lavou tá nova", o que conota que a mulher é prática, versátil, dinâmica e resiliente. Descartáveis mesmo são os homens, que nas guerras, desde os primórdios da humanidade as batalhas só tinham homens, todos morriam, e as mulheres eram cortejadas, ou mesmo raptadas, pois eram de muita valia tanto para procriar, como para os prazeres e serviços domésticos. Já o homem só servia para empunhar lanças, espadas e morrer em conflitos. Infelismente as mulheres modernas estão ficando modernas demais, e se masculinizando de alguma maneira. E sempre que a palavra "modernidade" esteve aliada com as mulheres alguma merda na história aconteceu. Os brincos, colares, saias e saltos nos sapatos eram apetrechos masculinos. A modernidade veio e as mulheres tomaram para si (a troco de pernas abertas, camas aquecidas) colares, brincos, saias e saltos nos sapatos. Não bastasse isso, hoje em dia há mulheres multifacetadas e masculinas que querem ter músculos nas academias, são híper independentes em casa, consertam, trocam, desempenam e instalam coisas elétricas, por exemplo. Se dão ao (des)prazer de estarem num show de garotos de programa - geralmente gays, para gritarem e falarem taras, que não têm coragem (nem intimidade) para falar com seus companheiros em casa. São sozinhas, enchem bares com rodas de amigas sozinhas, frustradas e que riem da vida para disfarçar a porcaria de vida masculina solitária que escolheram ter. Mulheres nos serviços militares! O que elas estão querendo provar? É, não são descartáveis, ou não eram, mas com essa modernidade toda estão ficando não só descartáveis, mas também desnecessárias. Já as que souberam ser mulher, souberam respeitar o limite da mulher feminina com a mulher masculina, são sensuais e buscam construir família, ainda que tenham que assumir a maternidade, casa e todo o lar, bom, essas não são descartáveis, pelo contrário, são procuradas, desejadas, tão valorizadas que, realmente, dentre tantas mulheres descartáveis modernas ficam difícieis de serem percebidas.

Publicado por Rodrih às 04:18 | Link do post

Nós brasileiros já estamos tão acostumados a sermos feitos de bobos, que qualquer besteira já nos faz admirar e achar lindo. A começar pelo o que fazem os políticos do PT e seus aliados, todos nós somos idiotas aplaudindo idiotas a troco de nada. Tiramos um idiota e pomos outro em seu lugar, mas não temos coragem de levantar o braço e dizer: "Põe eu, que arrumo essa joça!", porque além de bobos somos medrosos. Eu também não levanto o braço, mas eu sou formador de opiniões - o que já me dá um desconto, pois pelo menos estou falando alguma coisa. Na falta de notícias sérias ou cultas, a TV torra mais de cinco minutos numa "reportagem" em que mostra um gato preto do lado de fora de uma janela num prédio, os bombeiros aparecem e montam uma estrutura enorme para pegar o animal com as mãos. Depois mostra como uma cadela conseguia escapar da cerquinha em que ela vivia. E o povo assiste, admira e acompanha. Mas o menino sírio morto com outras crianças e familiares em Bodrum, na Turquia, no mar Mediterrâneo tem pouco menos de um minuto com um breve comentário da apresentadora: "Muito triste isso, né gente?" e depois segue sua apresentação dizendo (sem remorso ou o menor traço de consternação): "Então vamos falar de coisas boas, né, o timão está na liderança do campeonato brasileiro...". Pois'é, fiquei mais perplexo com a frieza da repórter do que com a notícia. Estamos num país que se afoga de besteiras, se alimenta de asneiras, aplaude idiotas e paga incultos. Um país de um povo medíocre, presunçoso e fofoqueiro. De pessoas que não praticam religiões, mas simplesmente o hedonismo. O henonismo é cada uma das doutrinas (religiosas) que concordam na determinação do prazer como o bem supremo, finalidade e fundamento da vida moral, que antes era uma prática bem explícita dos evangélicos, mas que agora parece que a modalidade de fé agrada católicos dentre outras crenças. Então praticam o hedonismo tendo como pano de fundo a fé, geralmente cristã. Não há nada que preste no Brasil e que possa valer nossa atenção, mas incrivel e justamente o que não presta tem toda a atenção possível e imaginável. Vê-se nos programas fúteis de auditório como da Eliana, Silvio Santos, Augusto Liberato, Luciana Gimenez, Fausto Silva, Marcos Mion, Emilio Surita, Sabrina Sato dentre outros e outras que só apresentam lixo. Não há nada que presta, senão e apenas LIXO. Com isso somos apresentados a um monte de porcaria como as mulheres frutas melão, maçã, melancia, morango e por aí vai. Não bastasse, surge uma garota, filha de uma dançarina de programa de auditório, quando se tinha mais músicas e entretenimento do que atualmente, e que do nada vira homem, tira os peitos e até faz a barba (mas não tem pau). Os holofotes se acendem para a bizarrice e todos ouvem a história triste da pobre menina que queria ser homem. Depois uma cantora de música baiana, mãe e avó, resolve entrar na onda da homossexualidade para angariar um público potencialmente interessante. E dentre tantas roubalheiras de um governo corrupto e indecente, tanta atenção para os fúteis que se enriquecem falando putarias, porcarias e palavrões no YouTube - além da fama e de outrora uma sem-terra subir no pódium da elite, se tornando modelo e capa da revista masculina Playboy desce dos céus da humildade a Gari Gata! Que cá entre nós, de humildade não tem nada. Veja fotos de garis reais e ao lado um pouco da tal gari gata e se perguntem isto: 1. Como ela conseguiu ter um corpo escultural sendo gari? Pois para ter um corpo desses tem que ir para a academia, tomar suplementos alimentares caríssimos e se bobear passar em clínica de estética, principalmente para ter côxas extremamente saradas a nível das modelos masculinizadas da TV. 2. Como ela conseguiu ter tantas tatuagens belíssimas, coloridas, sabendo-se que uma tatuagem de uma carpa no braço com aproximadamente 25cm de comprimento por 15cm de largura, a cores, não sai por menos que R$ 400,00. E ela tem tatuagens que cobrem as costas inteiras, as pernas etc. Só de tatuagens ela deve ter aproximadamente R$ 8.000,00 de aplicações. 3. Como ela conseguiu sobreviver com um salário de gari? Já que para manter as tatuagens, os suplementos e o corpo escultural ela não teria como sobreviver se não tivesse "alguém" bancando. Bom, seguem as fotos da humilde gari gata:

Agora vejamos os garis reais, observemos suas fisionomias de pobres, nem um pouco sarados, nada tatuados a cores, e ao invés de estarem na academia estavam gritando por salário mais apropriado pelo risco da saúde que eles correm diariamente. A gari gata estava entre eles? Assim como "Onde está Wally", vamos brincar de "Onde está a Gari Gata?" nos protestos.

1234.jpg

3879324647_7c70c3887f.jpg

2015032283636.jpg

cc3a9lio-trt.jpg

gari-qiue-sonha-com-2015-7.jpg

greve-dos-garis__foto-de-af-rodrigues_5.jpg

size_810_16_9_garis-sao-paulo.jpg

garis-protesto.jpg

como pode 1.png

como pode 3.png

como pode.png

 

 

De sem-terra (um povo invisível, excluído e faminto) para a capa elitizada Playboy:

 

De gari de rua (o povo mais invisível das cidades) para a capa elitizada da Playboy:

Acorda minha gente! Burrice tem limite!

 

 

 

Publicado por Rodrih às 20:20 | Link do post
VISTO POR
contador
Comentários
Nossa ! Muito meu momento! Adorei as dicas, muito ...
O ruim das amizades eternnas é continuarem eternas...
Achei massa seu texto! Vou até ler de novo depois....
Obg por esclarecer o limpo
obrigadaaaa! Felicidades para você também! É de co...
Saudade de você mocinha do nordeste, terra das mai...
Oiii Rodrih das águas mais limpas de Brasília! Tud...
ENTENDI TUDOOOOOO!!!! Rô, muitíssimo obrigada pela...
Funciona  isso ai
Olá já li essa resposta umas três vezes e poderia ...
oi. vja soh eu sou cristao e a pastora faz todos o...
EU ERA UM IDIOTA UTILEU ACHAVA Q TAVA LUTANDO CONT...
Estou assustada como não conhecemos a pessoa com q...
Oi Flaviana, obrigado por comentar e trazer uma ex...
ola rodrigo, me chamo Flaviana. li o seu blog e go...
obrigado por emanar energia suficiente para minha ...
Oi gente! Obrigada pelas dicas. Eu não penso em vo...
Drika, Drika, que situação! Estou conversando com ...
Rodrigo, voltei. Aqui é a Drika, aquela que bagunç...
Sim! Vida nova numa nova vida! Mas sem se autossab...
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar
 
Setembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
30
subscrever feeds
SAPO Blogs