Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

Você só evolui depois que passa a entender.

26.12.23, RodrihMC

O-que-e-evolucao-pessoal-MMB-Coaching–Marcus-Mei

Prólogo

O sofrimento pode trazer dois tipos de transformações a alguém a partir da dor: a derrota ou a resiliência. Eu fui apresentado à dor em cinco momentos importantes na minha vida, sendo uma no próprio nascimento, outra aos 22 anos, a terceira aos 38 anos, a quarta aos 44 anos e a quinta aos 50 anos. A partir desse período minha vida iniciou o processo evolutivo de consciência, sob a luz dos valores, da moral e da ética para merecer o prazer e a felicidade. E para conseguir enxergar o DNA dessa evolução é necessário saber o significado dos conceitos, pois ninguém pode dizer sobre o que acredita, sem saber a origem deste conhecimento.

¦ Domine sua vida com sua mente, não com seus sentimentos.

Ignorante é a pessoa que diz que acredita porque acredita, mas não sabe explicar o porquê acreditar em algo. Tudo tem uma origem e para tudo há uma resposta. Cristo já dos dizia em S. João 8: 32: "Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará". Minhas etapas de sofrimento me tornaram resiliente para cada desafio, que, à medida que a dificuldade aumentava, tive que elevar o nível de paciência para compreender o desdobramento à minha volta e me reinventar reinventando meus próximos. Ninguém evolui nesta vida com egoísmo. A evolução pessoal depende exclusivamente na condição de evoluir seus pares, próximos e todas as pessoas que, por algum motivo, cruzarem seu caminho. Somente através da evolução pessoal é que se alcança o merecimento da evolução espiritual, e não o contrário. A evolução pessoal não tem nada a ver à conquista de bens materiais, isto é outra coisa, o hedonismo, cuja a busca pela felicidade há a necessidade do alcance dos prazeres materiais, assim a alma conseguiria regozijar-se no amor de Deus.

¦ O primeiro passo para chegar a qualquer lugar é decidir que você
não está disposto a permanecer onde está.

Posfácio

Para compreender o hedonismo, precisei entender sua origem: o epicurismo. E para compreender o epicurismo, precisei buscar em seu oposto, o estoicismo o equilíbrio do entendimento evolutivo pessoal. O epicurismo e o estoicismo são concepções éticas filosóficas dos séculos lll e IV a.C. Enquanto o epicurismo é uma corrente filosófica criada por Epicuro, é considerada oposta ao estoicismo, que considera o estado individual de plenitude - em que o sujeito tem total liberdade, tranquilidade e está livre dos medos - está diretamente ligado com a busca pelos prazeres moderados, originando o hedonismo; para os estoicos, a felicidade é encontrada a partir da virtude, do conhecimento e da negação total das paixões e emoções externas, que são consideradas vícios da alma humana. Durante o período helenista, que aconteceu entre os séculos lV e ll a.C na Grécia, várias correntes éticas surgiram dando continuidade e reformulando as idéias de Sócrates, Platão e Aristóteles. Dentre elas podemos destacar o ceticismo, o cinismo, o epicurismo e o estoicismo, que apesar de não apresentarem grandes contribuições metaéticas, direcionaram a ética para o domínio prático. O ceticismo de Pirro e Sextus Empiricus sustenta que nada pode ser conhecido em sua essência - por exemplo, o ceticismo suspende o juízo sobre a realidade, duvidando de que seja possível algum conhecimento seguro e estável ou verdadeiro absolutamente; o cinismo refere-se à total indiferença ao mundo e a si mesmo, o desprezo pela verdade. 

¦ A vida é uma luta de boxe: A derrota não é declarada quando você cai;
é declarada quando você se recusa a levantar.

Epicuro de Samos sistematizou e defendeu uma idéia corrente no pensamento moral grego, a saber, a de que o prazer é o únicobem intrinsecamente valioso e, portanto, o bem supremo. Sócrates, Platão e Aristóteles tentaram mostrar que essa tese não era verdadeira, mas Epicuro não apenas argumentou que a vida prazerosa é a única feliz como vivenciou e ensinou um certo tipo de hedonismo na sua escola filosófica, reforçando que o indivíduo poderia voluntariamente buscar prazeres para alcançar uma vida boa, surgindo com isso o hedonismo, uma concepção ética filosófica muito difundida na fé protestante moderna, em que Deus se torna o provedor do alívio do sofrimento, na busca pelo prazer do bem-estar, que move as paixões, os desejos e todo o mecanismo da vida, sendo, portanto, na visão de hedonistas, a primeira e mais completa ponte para a finalidade última da vida: a felicidade, em que Deus realiza no comportamento humano a determinação na busca por desejos de aumentar o prazer e diminuir a dor.

¦ O único erro real é aquele do qual não aprendemos nada.

Desenvolvimento

Após este entendimento das origens das coisas, consegui me desapegar do frívolo e me ajustar ao que realmente tem valor: o amor. Tudo vai de encontro ao amor, como os rios vão de encontro ao mar. O oceano é o amor, e tudo o que me evolui como pessoa são vertentes de rios, que me direciona para este mar. O amor está além das aparências materiais? O material só existe se o imaterial prevalecer. O imaterial, são as experiências de vida, que evolui a pessoa através da resiliência causadas pelas dores, pois tudo dói no ser humano, quando este é chamado a evoluir. O ser humano passa a amar intensamente depois que aprende a enxergar em sua vida os valores imateriais, cujo sentimento compreende o verdadeiro sentido  do viver. Tudo o que vemos hoje, toda essa sexualização da mulher, as traições, as quebras dos valores, da moral e da ética são sofrimentos que afastam o ser humano da evolução pessoal, distanciando cada pessoa da experiência com o amor. Depois que a pessoa passa por toda jornada de sofrimento e dores, ela se vê pesada e seus passos passam a se estacionarem, impedindo de continuar a caminhada, e todo seu corpo passa a ser petrificado pela dor e pelo sofrimento desse afastamento da evolução pessoal.

¦ Não seja um "agradador" compulsivo, essa postura irá consumir você.

É neste estado de petrificação, que a pessoa pára de interagir com as frivolidades do mundo exterior, e passa a olhar para dentro de si e ver o que restou, que possa ser resgatado. A petrificação seria como o casulo, onde a lagarta deixa de rastejar, e necessita entrar num receptáculo duro, rígido e isolado do mundo, para depois romper a casca e viver sua evolução. O estoicismo tem a função de te puxar de volta para a sua razão, seu foco quebrando seus valores petrificados pelas paixões frívolas da vida, permitindo que você retome sua caminhada evolutiva. O epicurismo te resgata da racionalidade e te lança ao desdobramento do prazer depois da dor, do sofrimento e da racionalidade.

¦ A opinião de alguém sobre você, não precisa se tornar sua realidade.

Enquanto se está engessado no sofrimento moderno e pessoal (sexualização pública, traição, autoafirmação, consumismo, quebra dos valores, da moral e da ética), o estoicismo se torna a ferramenta que consegue romper essa petrificação, permitindo que continue sua jornada evolutiva na vida. Depois disso o epicurismo te lembra que o corpo necessita de prazeres (conforto material, alegrias, desejo, paixão etc) para a alma compreender o sentido da vida e perceber para onde direciona a paz, conseguindo sentir que sua vida é levada a se desaguar no oceano de um amor único e maior, que é a experiência com Deus. Este é o momento quando o seu Eu pessoal se transcende para seu Eu divino, e passa a viver em paz com Deus e suas criações. É neste momento em que tudo passa a ter sentido na vida. O melhor amor de uma relação a dois vem quando uma das partes traz consigo a bagagem dessa evolução pessoal. O relacionamento, cuja parte evoluída serve de guia para a outra parte, trascende na evolução familiar blindada, plena, cujo resultado da soma das partes se resume na chegada de um ou mais filhos e a família evolui junta na referência daquele que sofreu primeiro, evoluiu e trasmutou suas experiências para a realidade vivida por todos no lar.

¦ Círculo pequeno, vida privada e mente tranquila. Uma pequena receita para a felicidade.

Epílogo

Meu momento atual está no rompimento da casca, na qual estou envolvido, saindo do meu casulo onde fiquei anos evoluindo, dentro do meu envólucro pessoal. Nesta ruptura que me petrificou e me transcendeu me vejo pleno para seguir em frente (estoicismo) me amar, me valorizar e apto para levar meu aprendizado a alguém, que venha somar comigo (epicurismo), para finalmente viver o melhor sentimento da vida, que é o amor sustentado pelos três pilares: eros, philia e ágape, isto é, o amor só sobrevive se estiver calcado a primeira acepção do amor, o de eros, calcado na sexualidade, sensualidade, paixão, beleza física, conforto e prazer. Em seguida a segunda acepção do amor, o de philia, calcado na comunidade, na amizade, lealdade, fidelidade, confiança, família e todo seu núcleo familiar. E na sequência deste a acepção do amor , o amor ágape, calcado e fortalecido no amor divino entre seus pares, o amor de Deus, na gratidão e na compreensão de que tudo se direciona ao Criador, blindando a família e seus entes amados.

¦ Você atrai o que é. Se quiser atrair coisas melhores, torne-se melhor.