Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

O momento de recomeçar chegou, chegou.

29.04.10, Rodrih

 

 

 

 

Hoje acordei no meio de um sono

estava dormindo, não sei como

com sonho confuso, maluco, tristonho

atormentando meu sentimento, sentido

sem dono

 

Acordei eram três, não, minto, eram quatro

na quarta hora de um dia escuro

tentei dormir, sonhei de novo e vi um retrato

de uma cena bonita que há dias procuro

 

De tão bela a cena me hipnotizou

não consegui acordar nem sair daquele lugar

foi quando vi que o homem nessa cena chorou

porque não era eu nela a passear

 

Acordei eram quatro, não, minto, quase cinco

na quinta hora de um dia parado

não quis dormir e ficar acordado eu não fico

sentei no computador e digitei esse texto rimado

 

Há um chamado chamando eu sinto

Cansei de fingir que não é comigo o trato

mas não sei como atender essa coisa sem vinco

estou apreensivo, chateado e cansado

 

Vez outra ouço uma voz me falando no ouvido

para prestar atenção nas escolhas que faço

Olha! Quero muito acertar, disso não duvido

quero recomeçar com boas escolhas de imediato

 

Perdoe Rodrigo, perdoe Rodrigo

é muito difícil esse primeiro ato

Perdoe a si mesmo, perdoe, perdoe

se limpe do passado, se livra do trapo

 

Zere toda sua angústia, seu luto e pensamento

Pare de alimentar os monstros com esse silêncio

Tome as rédeas de sua vida, siga com ajustamento

Não olhe para trás, siga em frente, você é o seu gênio

 

Peça a si mesmo e tudo se arranjará

Lembre que o que se dá, se receberá

Não se preocupe se a justiça divina chegará

para ela que a você soube machucar

 

Olhe pra frente, perdoe e ande

sacuda a poeira do mal que se expande

vista roupa nova, bonita e grande

seja seu amigo, seu parceiro, levante, levante!

 

Eu preciso recomeçar, começar de novo

Não posso mais ficar dentro desse mundo escuro

Quero sair de dentro desse pequeno ovo

ou definir ficar de qual lado do muro

 

Tudo que dei recebi na mesma moeda

se aconteceu comigo acontecerá com ela

e com todos que fazem o mal inconsequente

moeda por moeda será paga justamente

 

A Natureza é clara e sábia

Nada se perde e tudo se transforma

Não existe recurso, nem petição nem lábia

Para protelar a justiça, esfriá-la ou deixá-la morna

 

Certo disso preciso parar tudo e seguir

com o plano desse poço emergir

olhar com respeito o que me aconteceu

e agradecer pela nova chance que Deus me deu

 

Agora posso recomeçar, reconstruir, reabilitar

o  meu universo destruído pela falta de amor

Agora posso fazer tudo o que pude sonhar

sem precisar de sentir desamor, desvalor, desvalor...

 

É tempo de recomeçar, preciso e vou agir

É tempo de me namorar, me amar, me curtir

Eu quero, preciso fazer algo por mim

Eu posso, eu posso, eu posso sim!

 

E começo minha cura, meu resgate agora

nessa madrugada muda, escura e silenciosa

Vou iniciar hoje, agora mesmo, nessa hora

uma vida minha bem mais, muito mais amorosa

 

Obrigado Deus pelo sofrimento, a perda do amor, o livramento

que o Senhor me deu não por merecimento

mas sim por amor a mim, por graça, por graça

agora entendo o plano que traça

 

É para eu ser melhor, maior, sereno

porque a humildade nos faz mais belo, mais pleno

Entendo agora a dor e o sofrimento

Porque da agonia surge o nosso alimento

 

E me alimento desse manah intelectual

que não tem cor, sabor, é espiritual

preciso ter fé e com fé seguir

da auto-piedade devo me despir

 

Sou humano e já paguei o preço da trasnformação

estou quite com a dívida que fiz

agora posso seguir com minha vida em exaltação

porque tudo aconteceu como o Senhor bem quis

 

Não me preocupo mais com ter ou não ter companhia

vou zelar das coisas que resta, cuidarei mais de mim

ajudarei a quem precisar de alegria

e continuarei a cuidar do meu jardim

 

E quero ver como funciona a lei do universo agora

Plantarei flores cheirosas e adocicadas

verei meu jardim cheio de borboletas, beija-flores a toda hora

e desejarei ter alma e consciência renovadas, renovadas.

 

Agora é meu momento eu sei eu sinto

Tudo está consumado repito o que digo

Até o sono voltou, são quase cinco

mas tudo foi resolvido, esclarecido.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.