Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Paixão, o começo de tudo.

10.07.10, Rodrih

 

Eu estava comentando com uma pessoa querida sobre o retorno que todo início de uma paixão requer para que subsista e perdure. Como a necessidade que existe de você manter um interesse constante, manifestado em diversas formas para a pessoa de quem você está sentindo atração e interesse, quero dizer, o feedback é necessário para que a paixão não esfrie e não acabe demasiadamente rápido.

 

Tanto no MSN, quanto por outros canais de comunicação como:

 

e-mail
blog
e-card
cartas
torpedo no celular
recado na secretária eletrônica do telefone fixo ou celular

 

até sinais de fumaça (rsrs)

Mas sempre há meios disponíveis para que possa acontecer um manifesto de interesse, a fim de manter acesa a chama da paixão, que todo começo de amor necessita indubitavelmente.


Para mim, paixão tem significado peculiar, como a Paixão de Cristo, no que a expressão Paixão tange a faculdade de Entrega Intensa, então podemos entender que:

 

Paixão de Cristo como Entrega Intensa de Cristo


assim, com base nessa observação, quando sentimos paixão por alguém estamos sentindo a necessidade de nos entregar intensamente à atenção, carinho e interesse da outra pessoa.


A paixão realmente é um sofrimento, tal qual a paixão de Cristo, a diferença entre a paixão de Cristo e a nossa expressão de paixão está na perseverança, sendo que a Entrega Intensa de Cristo originou-se num amor incondicional, instransferível e extremamente intenso pela humanidade, entretanto a nossa entrega intensa que sentimos por outra pessoa é efêmera e condicional de retornos. Isso conclui a minha idéia, sobre que:

 

Amor com Amor se paga


da mesma forma interesse com interesse também é um valor que se movimenta entre duas pessoas que se desejam.
principalmente no começo de qualquer vontade de relacionamento, ainda que hajam situações incontestáveis de ocupações, correria de trabalho e todo o resto, ainda assim, é natural que o interesse seja mútuo na intensidade que todo começo necessita. Na física, na química, na biologia tudo precisa de intensidade no começo para que haja transformações, para que coisas aconteçam, para dar a liga.
O amor a dois é uma via de mão dupla e a paixão não se nutre de incertezas nem inseguranças.

 

O feto do amor antes que ele nasça se chama paixão, é neste princípio de calor incendiário que o amor é gerado, nutrido e dado à luz.
Daí que só assim…

 

Amar pode dar certo