Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Eu amava

18.05.12, Rodrih

 

 

Eu amava como amava algum cantor de qualquer clichê de cabaré de lua e flor... E sonhava como a feia na vitrine, como carta que se assina em vão. Eu amava como amava um sonhador sem saber porquê e amava ter no coração a certeza ventilada de poesia, de que o dia amanhece não. Eu amava como amava um pescador, que se encanta mais com a rede que com o mar, eu amava como jamais poderia se soubesse como te encontrar...

 

Se alguém disser pra você não cantar, deixar teu sonho ali pr'uma outra hora, que a segurança exige medo, que quem tem medo Deus adora... Se alguém disser pra você não dançar, que nessa festa você tá de fora, que você volte pro rebanho. Não acredite, grite, sem demora: "Eu quero ser feliz Agora". Se alguém vier com papo perigoso de dizer que é preciso paciência pra viver, que andando ali quieto, comportado, limitado, só coitado, você não vai se perder, que manso imitando uma boiada, você vai boca fechada pro curral sem merecer, que Deus só manda ajuda a quem se ferra, e quando o guarda-chuva emperra certamente vai chover. Se joga na primeira ousadia, que tá pra nascer o dia do futuro que te adora e bota o microfone na lapela, olha pra vida e diz pra ela: "Eu quero ser feliz agora". 


Tudo na voz de Oswaldo Montenegro