Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Eu, Rodrigo Caldeira, digo...

27.07.09, Rodrih

Imagem relacionada

Dificil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que mais se ama.Eu desisti, mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer.

O início do blog, do meu blog. Um deserto para atravessar, digerindo dores, vomitando decepções, respirando curas e caminhando sem direção. Minha vida parou em 18.12.2008 com uma ruptura do casamento, pelo qual penso que vou morrer todas as noites e não sei se terei forças para seguir em frente na manhã seguinte. Estou perdido, profundamente triste, sem forças, sem coragem e muito envergonhado de mim mesmo. Eu amava, no fundo sentia amor, ainda que às vezes sentia raiva também. Era muita invasão em meu casamento, não tinha paz, muita gente dizendo o que fazer, como fazer. Sogros nos visitando às 7h da manhã de domingo e só nos deixavam às 22h. Tentei absorver isso, mas era cansativo, não tinha paz e nos estranhávamos por besteiras. Até que a alegria de estar perto foi se perdendo, a gratidão dando lugar à pirraça e os sentimentos esfriavam o tempo todo. Éramos um lindo casal, tínhamos uma perfeita conexão, mas sua família era um peso em todos os sentidos. A promiscuidade entrou pela janela, e fui pego de assalto naquilo que era incomum pra mim, mas não fechei a janela, nem fechei minha alma. Devia me proteger, mas era um sistema desse povo, eu fiquei curioso e experimentei o veneno que não os matava, mas me matou. Muitas coisas não poderão ser justificadas, tantas outras não serão feitas suas justiças, restará rogar a Deus para que a justiça venha dEle pelo menos. 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.