Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Com o tempo o amor... é esquecido

06.06.14, Rodrih
em 15 de Julho de 2009 15:46:32  Direto do túnel do tempo     Agarras-te à hora em que o tempo não passou, mergulhas nas cores que a loucura te emprestou... E quando te vês para lá do espelho encontras a solidão... Descobres o mundo de quem tem pouco a perder e sobes às estrelas que ontem não podias ver... e perdes o medo de estar só no meio da multidão...   (Jorge Palma - "Com uma viagem na palma da mão")

Educação e fascínio da fama

29.01.14, Rodrih
        Por: Frei Betto   Revestir uma pessoa de fama precoce é correr o risco de destruí-la. Nem para os adultos é fácil lidar com perdas. Todos nós construímos uma auto-imagem, adornada por funções, posses, talentos e relações familiares e sociais. Basta um desses aspectos ficar arranhado para irromper a insegurança. Por isso o desemprego, que aumenta com as políticas neoliberais, é tão humilhante. Perdem-se a identidade social, a qualidade de vida, a segurança quanto (...)

Ei! Não se mate agora.

03.10.11, Rodrih
  Bom, quem já seguiu meus blogs e conhece um pouco do que me aconteceu, sabe que eu também já pensei em fazer uma besteira. E vou dizer para quem não sabe como é que se passa na mente da pessoa que está prestes a cometer um ato cruel contra sua própria vida. Para a pessoa que está prestes a fazer isso consigo mesma, identificará com o que eu vou relatar em poucas palavras aqui, mas ainda assim, não puxe o gatilho ou não beba o veneno, tente ler até o final desse (...)

...

16.06.11, Rodrih
  Hoje é um dia como todo dia é. Um dia que acontece segundo minhas escolhas. Escolhi sofrer menos do que amanhã e para que isso fosse possível precisei tomar uma decisão nessa escolha. Eu não gosto de sofrer, detesto a tristeza e não tenho resistência à perda, mas ainda assim escolhi sofrer menos do que amanhã. Eu não sei se vou (...)

Enfim, você é realmente feliz?

20.03.11, Rodrih
  Parado num engarrafamento dias atrás eu me distraí sobre um adesivo que dizia: "Eu sou feliz." Divaguei sobre essa frase e fiquei me perguntando: "-Desde quando eu não sou feliz?". As pessoas usam da hipocrisia até consigo mesmas para que possam acreditar em coisas que não são verdadeiras. Quero dizer, estritamente verdadeiras. Há quem me diga que a felicidade está nas coisas mais simples ou no sorriso de uma criança ou num filhotinho de gato se esfregando no meu sapato e um (...)

A visita da três inconvenientes

01.05.10, Rodrih
  Há 3 dias recebi a visita de três velhas colegas de estrada. Não gosto delas, mas não sei porque fico sem reação ou mesmo sem atitude quando elas vêm até a mim. Elas me incomodam, mas não consigo mandá-las embora, mesmo porque elas são indecentes e muito folgadas, não respeitam ninguém, o que dirá então um cara como eu estou atualmente? Não, elas não se importam de me incomodar e muito menos se estou achando bom ou ruim. Simplesmente elas aparecem sem marcar hora, (...)

Doloroso

19.10.09, Rodrih
Ainda é dolorosa a vida de sem-casamento. Minha mente sofre tanto com isso tudo. Meu corpo padece uma tristeza íntima profunda. Meus ossos estão distraídos e minha juntas já não se importam mais de articularem-se. Meus olhos ardem de sono e minha cabeça dói de tanto ficar acordado. Sinto medo de dormir, dormir traz sonhos e geralmente sonho com o meu casamento. Meu intestino está saudável, mas não me alimento corretamente há dias, já sinto os efeitos da fraqueza. Mi (...)

...estou sentado à beira de um caminho que não tem mais fim...

21.07.09, Rodrih
Eu não posso mais ficar aqui A esperar! Que um dia de repente Você volte para mim... Vejo caminhões E carros apressados A passar por mim Estou sentado à beira De um caminho Que não tem mais fim... Meu olhar se perde na poeira Dessa estrada triste Onde a tristeza E a saudade de você Ainda existe... Esse sol que queima No meu rosto Um resto de esperança De ao menos ver de perto O seu olhar Que eu trago na lembrança... Preciso acabar logo com isso

Miedo (para refletir)

09.07.09, Rodrih
Miedo Lenine Composição: Pedro Guerra/Lenine/Robney Assis Tienen miedo del amor y no saber amar Tienen miedo de la sombra y miedo de la luz Tienen miedo de pedir y miedo de callar Miedo que da miedo del miedo que da Tienen miedo de subir y miedo de bajar Tienen miedo de la noche y miedo del azul Tienen miedo de escupir y miedo de aguantar Miedo que da miedo del miedo que da El miedo es una sombra que el temor no esquiva El miedo es una trampa que atrapó al amor El miedo (...)