Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

MENOS é MAIS

05.07.16, Rodrigo Caldeira
Constantemente vemos no Facebook pessoas com 500, 1.000, 4.000 ou mais amigos. Eu nunca entendi essa matemática no quesito benefício. Não sei, posso estar errado. Mas conversando com uma psicóloga do RH de uma multinacional, ela deixou escapar que é fator primordial que os candidatos tenham perfis no Facebook, Linkedin, Instagram dentre outros. (...)

o eQuilíbrio da viDa

26.05.16, Rodrigo Caldeira
Por: OSHO O Tantra tem uma atitude sobre o sexo. A razão? A sociedade reprimiu o sexo. Tantra chega como um remédio para ajudá-lo a recuperar o equilíbrio. Vocês inclinaram-se demasiado para a esquerda; o Tantra chega e auxilia-vos a inclinarem-se para a direita. E para recuperar o equilíbrio, às vezes vocês têm que tender demais para a direita, só assim o equilíbrio é restaurado. Vocês nunca viram um equilibrista na corda? Aquele que anda sobre a corda esticada? Se ele (...)

Depois de 8 anos

17.04.16, Rodrigo Caldeira
É fato que nada melhor do que o tempo para apagar dores e mágoas, traumas e pesadelos. Ficamos mais tempo ruminando arrependimentos do que renovando sentimentos, simplesmente porque nos tornamos nosso pior inimigo. Nos denunciamos, julgamos e nos sentenciamos - muitas vezes à morte ou à prisão perpétua. Quando isso acontece na ruptura de (...)

Homens astronautas

01.03.16, Rodrigo Caldeira
Em todas as relações os homens têm que passar pela insuportável experiência de um DR (discutir a relação) com uma mulher. É um inferno, algo que não foi feito para o ser humano masculino, o homem, cabra macho. Não há homem nesse planeta que vê com bons olhos uma mulher sendo dramática, fazendo das tripas coração, vomitando tudo o que ela imagina que exista, materializando fantasmas, desenterrando defuntos e alimentando zumbis. A mulher dramática é um pé-no-saco, consegue (...)

Nós, HOMENS, vemos tudo em vocês, SQN

15.12.15, Rodrigo Caldeira
Na relação entre um casal há sempre aquela parte que é mais insegura. Geralmente é a mulher, num misto desse desconforto com, e também, a vaidade intrapessoal em que se propõe diante da relação. Esse tipo de comportamento acontece porque a mulher não está satisfeita consigo mesma, tanto em sua aparência, quanto em seu comportamento. Está (...)

o SEU sucesso do seu filho

12.11.15, Rodrigo Caldeira
Aos 44 anos de idade percebi algo que foi responsável por muitas de minhas angústias na vida: a realização. Foi orientando uma amiga que tive um insight, que me pararia no ar num pensamento longínquo de uma reflexão muito séria, e também muito importante: A minha realização está diretamente ligada a meus pais. E a frustração também. E vou discorrer aqui esse raciocínio para que possam acompanhar a experiência e repensar suas vidas com seus filhos, ditos problemáticos. (...)

Você é hormonal, então sente vazio por quê?

10.11.15, Rodrigo Caldeira
Uma das coisas que mais ouço nos meus diálogos com amigas e alguns amigos é a lamentação de que sentem um vazio quando têm sexo, que não com quem namora, mas com um amigo, colega ou ficante, vulgo P.A*. (pau amigo). É incrível como as pessoas conseguem se iludir com aquilo que só lhes faz mal. Então eu digo o que vou dizer aqui, um conceito do porquê é importante que não se pare de sentir prazer, buscar e sentir esse sentimento tão curativo, senão homeopático. Então vou (...)

Idiotas que somos

06.10.15, Rodrigo Caldeira
Não sei você, mas eu me policio muito, ou pelo menos me observo bastante. E me observando, também observo as pessoas à minha volta e todo o resto. Sempre vejo gente idiota por todos os lados, o tempo todo. Há pouco vi uma mulher deixando um bebê sentado num canteiro sem grama, só terra, onde tinha titicas de cachorros espalhados, e aquele bebê branquinho batendo as mãozinhas na terra, enquanto a vacamulher, escorada no muro do condomínio defronte ao Águas Claras Shopping mexia (...)

Conhecer, ficar, enrolar

27.07.15, Rodrigo Caldeira
É interessante como estamos sempre nos enrolando, geralmente presos a alguém ou alguma coisa. Somos dependentes de âncoras, como barquinhos à margem de algum lugar, precisamos estar presos em alguma coisa. Essa necessidade pode ser um referencial de segurança pessoal. Mas será isso mesmo? Tudo o que nos prende a uma dependência de vínculo é prejudicial. Conhecer, ficar e enrolar são palavras que definem bem o que fazemos com tudo o que nos rodeia - e às vezes nos odeia. (...)

MADRINHA e PADRINHO para quê?

16.04.15, Rodrigo Caldeira
Publicado em 12/08/2013 - 02:23h, revisado e atualizado em 16/04/2015 15h Não lembro em que época já digitei um post aqui falando sobre madrinhas e padrinhos de casamento, da minha indignação desse papel que ninguém presta com o mínimo de respeito. Mas naquele tempo eu era comedido, hoje estou mais maduro e seguro de minhas opiniões, doa a quem doer. E essa reflexão se estende aos padrinhos e madrinhas de batismo, enfim, a todo tipo de segundo pai e segunda mãe escolhidos para (...)