Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

A sina pela culpa

13.07.13, Rodrih
Vou postar essa reflexão com data retroativa, pois não quero que seja lido tão logo, já que sei que existem pessoas que acompanham esse blog quase que diariamente - e a coisa que não suporto é a autopiedade, sentir pena de mim mesmo, muito embora já tenha sentido muito e me arrependido ainda mais. E pode ser que quem me conhece mais de perto, mesmo que de longe, sinta (...)

Catedral

05.08.11, Rodrih
O deserto que atravessei, ninguém me viu passar estranha e só nem pude ver, que o céu é maior...    É assim que começo minha reflexão para uma das coisas mais importantes na vida de quem atravessa o deserto em sua vida. Todos nós temos nosso deserto para atravessar. Bem como Cristo que atravessou o deserto por 40 dias e 40 noites, todos nós temos que atravessar nossos desertos, aprender a viver com o mínimo e na recessão do conforto. A travessia de um deserto requer (...)

Se liga e pare de se iludir, poupe-se!

11.05.10, Rodrih
Todos nós precisamos de alguém que precise da gente, mas quando chega um momento em que, infelizmente, nos tornamos dispensáveis, quer por termos perdido o "valor", o status, a beleza, a credulidade, a simpatia ou seja, o interesse em geral (diga-se de passagem: o "interesse"), então somos lançados na vala dos mortos, dos moribundos e dos zumbis.  Lá ficamos perdidos, sem saber que universo é aquele tão fétido, tão sombrio, tão vazio, apesar de estarmos cheio de morte, tristeza (...)

A visita da três inconvenientes

01.05.10, Rodrih
  Há 3 dias recebi a visita de três velhas colegas de estrada. Não gosto delas, mas não sei porque fico sem reação ou mesmo sem atitude quando elas vêm até a mim. Elas me incomodam, mas não consigo mandá-las embora, mesmo porque elas são indecentes e muito folgadas, não respeitam ninguém, o que dirá então um cara como eu estou atualmente? Não, elas não se importam de me incomodar e muito menos se estou achando bom ou ruim. Simplesmente elas aparecem sem marcar hora, (...)

Não que eu queira

19.04.10, Rodrih
  Eu já disse para mim mesmo Eu já deixei claro que não quero mais Eu faço tudo direitinho para que não aconteça Eu me sinto desgastado e fragilizado quando isso se repete E já não sei o que fazer   E isso estraga meu ânimo Destrói minha auto-estima (que já não está lá essas coisas) Arregaça o meu dia, minha pouca alegria de viver   Será que por culpa do meu cérebro? Como será (...)

Doloroso

19.10.09, Rodrih
Ainda é dolorosa a vida de sem-casamento. Minha mente sofre tanto com isso tudo. Meu corpo padece uma tristeza íntima profunda. Meus ossos estão distraídos e minha juntas já não se importam mais de articularem-se. Meus olhos ardem de sono e minha cabeça dói de tanto ficar acordado. Sinto medo de dormir, dormir traz sonhos e geralmente sonho com o meu casamento. Meu intestino está saudável, mas não me alimento corretamente há dias, já sinto os efeitos da fraqueza. Mi (...)