Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

A demora que se vive na pressa que se tem.

23.04.12, Rodrih

 

casal chopp.jpg

É verdade, eu já casei e divorciei. De certo casei para constituir família, mas não deu certo por um detalhe que eu não sabia, mas hoje sei. Esse detalhe tanto pode acontecer de um jeito ou de outro, mas sempre acontece com pessoas desavisadas ou mesmo acomodadas. Sim, desavisadas por serem educadas num meio familiar, por vezes de linha opressiva, às vezes por conceitos cuja baixa auto-estima é constante, sem esquecer do sistema machista também. E acomodadas por causa da preguiça emocional que a pessoa permite ter, como um tumor, que ganha proporções maiores e mais incisivas, se tornando parte dessa pessoa. Bom, estou falando de relacionamentos. Há pessoas que namoram anos a fio, um tempão com a mesma pessoa, fazem de tudo, vivem de tudo e no fim das contas se cansam umas das outras, se fartam e terminam o namoro. Simplesmente não ganharam nada, nem experiência, nem boas lembranças, nem histórias para contar. Simplesmente nada. Uma ocupou a vida da outra e vice-versa por mero comodismo ou por desaviso. Conheço e já conheci mulheres que namoraram por cinco, oito e dez anos. Loucura isso! A menos que o ideal não seja unir-se com a outra parte, estender um namoro por mais de três anos começa a se tornar um grande problema a futuro incerto, principalmente para a mulher. Um namoro demorado faz com que ela perca seus anos mais doces e suas melhores poesias para atrair alguém realmente interessante. A mulher sofre mais com isso, porque a dado momento na vida dela o tempo é o seu pior adversário e tudo passa a ser mais difícil depois de um rompimento na relação demorada. Muitas se deprimem, ou fazem escolhas precipitadas, porque se desesperam e jogam no lixo a realidade de ser definitivamente feliz com alguém interessante. Serve para os homens também, que se desgastam muito em relações duradouras de um namoro chato e vicioso, e deixam passar uma fase interessante de aprendizado em seu instinto primitivo masculino como caçadores. Se tornam bundões, homens inexperientes e insensíveis, cheios de frescuras e conceitos pré formados sobre coisas tôlas como sexo, vida a dois, fé e projeto de vida. Levanto aqui a bandeira da revolução para casais de namorados que perdem tempo com um namoro longo e sem perspectivas de futuro, sem projetos, sem nada. Simplesmente uma relação que vai ganhando os dias, meses, anos para nada. Por favor, isso não é amor! Por favor, parem de se iludir com a parte que não quer nada com nada. Crie coragem, vai doer, vai doer muito, mas pense em você que quer ter um futuro e ponha um ponto final na história de terror (sim, porque o que se vive não é amor) e viva seu luto por um tempo, depois recomece, sempre há alguém querendo alguém com objetivos claros e projetos certos. Esperar pela parte acomodada é roubada, principalmente se essa parte for um homem. Talvez vocês sejam diferentes, mas saiba que os opostos não se atraem, apenas se distraem. Os dispostos são quem se atraem. Uma relação que começa bem precisa continuar bem e não terminar. Mas essa continuidade requer que ambos tenham um projeto de vida a dois, necessita que haja luz no fim do túnel, isto é, o casal de namorados precisa falar de um futuro dos dois, ter uma conversa franca e honesta sobre esse futuro, que tem várias faces para acontecer, mas não pode e não deve ficar nesse esfrega bom e gostoso a vida toda sem tocar nesse assunto. Se uma das partes franzir a testa e evitar falar desse assunto, acredite numa coisa que eu vou dizer: Essa pessoa é a última no planeta que você deveria estar agora, neste momento, se entregando, dando o seu corpo para proporcionar prazer e satisfação. É uma pessoa que não sabe ler as placas das estradas, como um barco sem velas, tanto um como outro não tem destino, não há caminho ou estrada que os leve para algum lugar, então faça algo por você, salve-se enquanto sua idade, sua fé e suas qualidades ainda não assentaram-se, tornando-se acomodada e preguiçosa demais para fazer algo por si mesma. Digo assim para que o mundo melhore, para que haja uma seleção natural das espécies humanas e aqueles humanos fracos, preguiçosos, egoístas, hipócritas, acomodados e sem qualidade fiquem sem nada até se decidirem ser alguma coisa para alguém ou até para si próprios, mas que façam algo, se mexam e se decidam sem enrolar a vida de outra pessoa, bando de gente hipócrita, egoísta. Tudo é passível de mudanças, não existe a pessoa única e perfeita para amar, por mais que a carência afetiva lhe diga o contrário. Pessoas que não sabem de nada, que nunca sabem alguma coisa e não têm projetos de vida sempre traem, são vulneráveis, sugestionáveis e fracas. Assim eu digo para você que não demore muito namorando quem não namora você. Namorar é conhecer, noivar é se comprometer e casar é assumir o compromisso. Há muitas coisas que um casal de início de namoro precisa conversar. Se o casal tem relações sexuais precisa falar de doenças sexualmente transmissíveis, ainda que ambos sejam leais entre si, porque a liberdade de dialogar sobre isso é que faz com que um seja ideal para o outro e vice-versa. Necessita falar de gravidez involuntária, desenhar um plano B caso isso aconteça e preferencialmente que não usem da idéia de abortar, mas até valeria tomar a pílula do dia seguinte, por mais que muitas pessoas dissessem que poderia estar fazendo um aborto, mas isso é vago, porque no dia seguinte não se sabe de nada, é um ato preventivo, literalmente feito por precaução, mas isso eu só apóio se feito no dia seguinte realmente. Por isso o plano B, para que não tome nenhuma atitude errônea se o descuido for por mais do que alguns dias da semana seguinte, por exemplo, ou no mês seguinte. "Ahh! Mas é uma bomba de hormônio!", bom, eu diria: "Fôda-se!", aliás, para fazer isso não pensou nos agravantes. Então escolha o que quer, uma bombinha de hormônio para corrigir ou prevenir um erro seu ou nove meses iniciais por não ter tomado a decisão mais rápida. Depois de nove meses, décadas e mais décadas à frente, dezenas de milhares de dinheiro saindo de dentro de você. Faça o que acha mais sensato. Outros assuntos como "se ambos se derem bem" qual será o plano depois e por quanto tempo? Vão se casar? Vão se juntar e viver juntos? Como é o pensamento de cada um na relação? Quais são seus sonhos, suas vontades? Mesmo que sejam bem jovens e estejam começando a vida, é sensato pegar o jornal para ver preços de aluguéis de um apartamento pequeno, ter noção de valores monetários, custos de vida a dois, para não ser um casal imprudente, desavisado e acomodado o bastante para fazer valer o namoro. Sim, é importante conversar sobre isso, porque assim estarão fazendo um namoro honesto, santo e digno. Quando digo namoro santo, não quer dizer que o casal não tenha sexo na relação. Eu apóio casais que tenham sexo na relação, porque ninguém quer ter uma companhia ruim de se dar de corpo e alma, principalmente de corpo. Sexo não é tudo na relação, mas é quase tudo por um bom momento da vida do casal. Depois do sexo vem o amor, que se traduz com a entrega, o cuidado com a outra parte, a doação e a paz. Sem o sexo o casal se manterá unido por causa do que? Dos ideais? Dos diálogos? Claro que não. Sem intimidade o casal está fadado ao fracasso, tanto no namoro como na vida a dois vivendo juntos.  Certamente que o casal não precisa falar de planos e projetos de vida todas as vezes que se encontra, mas é necessário que ambos saibam a força que o outro tem, e isso se mede pela determinação, pelo carinho e pela disposição de falar sobre um possível futuro a dois. Então, digamos que o casal trace uma possível meta de vida a dois, isso é bom, é saudável, mas consideremos que uma das partes começa a mostrar comodismo e se torne impaciente para, vez outra, tocar no assunto, falar de projetos de vida. Será um indício de que essa parte não é a pessoa mais ideal para continuar tentando conviver, ou seja, continuar o namoro honesto que antes parecia ser real. Não adianta, não há como mentir ou sustentar mentiras. Se uma parte mente, não demora muito se revelará como uma pessoa mentirosa e o melhor a fazer é abandonar o barco, deixar que este fique à deriva, porque perder tempo com quem não tem propósitos de vida com você é a sua maior prova de ausência de amor próprio. É dar murros em ponta de faca. Se o namoro passar dos três anos sem projeto de vida, pode acreditar que você está com a pessoa mais gostosa do planeta e a mais errada possível. Então saiba que pessoas gostosas para você existirão sempre, mas a pessoa certa, esta você só encontrará quando se livrar da errada - por mais gostosa que ela seja, ainda assim, não vale a pena perder tempo com alguém acomodado. Está bem, você pode estar resmungando que há pessoas que queiram curtir de boa e pelo tempo que for possível, parafraseando Vinícius de Moraes, "que seja eterno enquanto dure", e Fernando Pessoa disse "tudo vale a pena quando a alma não é pequena", assim temos o casal que não quer planejar nada, simplesmente quer viver a vida, a felicidade e a alegria de estar com a pessoa amada. Isso acontece mais com quem já tem uma idade mais vivida, porque justamente já viveu muitas coisas, já se decepcionou com uma ou algumas pessoas, então se torna alguém maduro o suficiente para saber viver a vida, porque um dos dois já está estruturado, até mesmo as duas partes. Trata-se de outro contexto, não do contexto que trago aqui. Se o casal decide viver a la Vinícius e Pessoa estarão de parabéns, desde que cheguem à essa busca depois de terem conversado e chegado, ambos, a um consenso pelo bom senso e ideal semelhantes. E assim, se você for mulher, não perderá tempo com um cara sem futuro com você, por mais que sinta gostar dele. Se você for homem, também. Tenha sempre à mente que o planejamento é que faz qualquer coisa ser melhor. Mesmo que tenham escrito ou desenhado um esboço de plano B ou simplesmente traçarem planos, fazerem projetos, idealizarem o futuro, sonharem situações futuras a vida não ficará melhor nem pior, mas a consciência de cada parte estará de bem com a vida, porque nada é mais gratificante no universo do que estar convivendo com uma pessoa que, além de amável, deliciosa e companheira, é também inteligente, perspicaz e interessante. Mais vale uma pessoa interessante na sua vida do que dezenas de outras que não sabem sonhar e tampouco conversar sobre o futuro com você. Pense nisso e tome decisões, afinal ninguém se importará com você senão você somente e não aparecerá um que queira doar-se para você, simplesmente porque merece ou consegue fazer o olhar piedoso do Gato de Botas. Por mais que a separação enquanto namora seja dolorosa - porque a outra parte não sabe o que quer, você encontrará mais cedo e mais depressa do que imagina alguém que realmente seja tudo o que aquela pessoa anterior foi, e a nova pessoa em sua vida será muito mais, pode acreditar, porque eu falo com propriedade de causa, ainda que eu esteja atravessando o meu deserto... de novo. Espero ter incomodado você e ajudado bastante. 

Rodrigo Caldeira

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Rodrih

    26.09.19

    Olá, bom dia. Se essa pessoa já teve outros vacilos, nos quais você fez vista-grossa ou deu nova chance, então não, não dê essa nova chance, porque não valerá a pena, já que se mal acostumou a só reagir diante "pressão". Quem ama não precisa ser pressionado para nada, simplesmente faz. Há quem ama em ações, há quem ama se declarando verbalmente e agindo contrário disso. Então você saberá se quem está com você faz o que faz porque gosta de você demais ou apenas está acostumado com sua existência na vida dele/a. Às vezes, a pessoa que está com você não é a pessoa que deverá estar na sua vida para sempre, ou enquanto este sempre assim durar, mas é aquela pessoa que irá te dar base, estrutura e conhecimento para seguir adiante, fazer melhor e colher resultados melhores - sem ressentimentos, mas com muita gratidão. Entretanto, se essa pessoa que agora "acordou pra vida" tem se despertado sem um histórico de suas chances, então dê sim, e vá ser feliz, caso você goste do seu par, e não fique policiando pra ver se erra ou não, como se estivesse num estágio probatório, simplesmente se jogue e viva tudo o que está reservado pra você viver. Mas tenha em mente uma coisa importante: Não dê regras, não dê datas, não dê condições, apenas observe e se esse despertar tiver sido só da boca pra fora pelos próximos 6 meses, sem dó nem piedade encerre, e siga sua vida, já terá perdido muito do seu tempo.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo

    27.09.19

    Agradeço muito pela resposta! Estou muito confusa e o seu texto me ajudou bastante e a resposta tbm. Queria esclarecer melhor meu comentário, pois passo por uma questão bem complicada.
    Tenho 25 anos e meu ex namorado (na verdade estamos dando um tempo) 27. Comecei a namorar no primeiro ano da faculdade, hoje faço especialização e ele trabalha em uma oficina com o pai, tem ensino superior incompleto pois não conseguiu pagar a faculdade e parou. O problema é que ele dizia querer se casar, mas não juntava dinheiro, não se planejava, não buscava crescer profissionalmente e queria que eu fosse morar na casa da mãe dele com ele. Eu dizia não querer isso, que ele tinha que se esforçar mais, pensar nele e no seu crescimento, mas ele ignorava. Ele sempre pagou tudo pra mim quando nos saimos, pois eu só estudava e minha faculdade era período integral na maior parte dos dias e eu não trabalhava. Ele era carinhoso, se preocupava muito comigo e ajudava quando eu precisava, queria fazer minhas vontades.. mas era um meninao dependente da mãe. Depois fui percebendo que ele vivia faltando no trabalho com o pai já que não seria demitido... e só pegava mais sério no trabalho quando estava perto de pagar uma conta, ou data comemorativa em que queria comprar algum presente. 
    Dizia estar esperando eu começar a trabalhar pra pensar em juntar dinheiro junto comigo.
    Antes de terminar eu tentei conversar mais uma vez sobre minhas metas e que não queria aquela vida de morar com a mãe dele. Ele achando que eu nunca terminaria, me respondeu que ele era assim mesmo, que não tinha tanta responsabilidade e que mudaria quando casar.. Eu disse que daquele jeito o casamento nem iria chegar a acontecer, que eu estava insegura. Ele disse não saber o que fazer pra mudar  e encerrou a conversa. 
    Mais tarde eu disse que queria terminar. Daí no dia seguinte ele disse que acordou pra vida.. que precisa pensar em evoluir e sair da Barra da mãe dele. Que iria mudar, pediu desculpa por não ter me ouvido antes e percebido o quanto eu estava cansada. Passou a fazer mil planos e acordar cedo e ir trabalhar todos os dias. Disse que quer estar pronto caso eu decida voltar, mas se eu não voltar, que ele pelo menos estará uma pessoa melhor. Pediu desculpa por eu ter sido o tapa que ele precisava pra acordar.
    O fato é  que eu me sinto sem energia pra investir nele. Ele não me transmite confiança mais. Mas no fundo sinto falta dele, dos bons momentos e sei que apesar da imaturidade ele realmente me amou de verdade e tentava demonstrar isso do jeito dele com o que ele conseguia oferecer. 
    Estou numa encruzilhada. Não sei se dou uma chance por toda história que temos. Ou fico sozinha e me permito conhecer outras pessoas... pois me imagino com outro homem as vezes.
  • Imagem de perfil

    Rodrih

    27.09.19

    Olá, bom dia.. Veja bem, você está com 25 anos, daqui há pouco estará com mais 5, depois mais 5 e quando definitivamente resolver fazer algo por si mesma estará com 35 anos, talvez com filho no colo e morando na casa de alguém, ou de aluguel, com contas apertadas. Desculpe ser negativo, mas talvez eu possa estar sendo o tapa na cara que você precisa ter hoje. Não, essa relação não vai fluir, eu sei que dói, mas melhor doer do que aleijar. De fato não sou dono da verdade, nem tenho bola de cristal, mas podemos perceber que o histórico não lhe dará um futuro brilhante e romântico, mas pelo contrário, está mais tendencioso a ser frustrante e penoso. Escrevi um post sobre Namoro sério, como ter. O fiz com base na minha experiência, tanto pessoal, como social, conversando com centenas de mulheres e caras de toda espécie. Também observando-os. Tiro por mim também, que tive meus 27 anos, e mesmo sendo empresário com grana para focar no futuro a dois, foquei no futuro a 6, em que eu bancava a namorada e toda a família. Me lasquei de ponta a ponta, quebrado fiquei, quebrado casei e tive um casamento sem nutrientes, nada romântico e por fim a fantástica esposa desapareceu por mais de 30 dias, em que tive que anunciar nos jornais o abandono do lar e a entrada do divórcio. Aos 35 anos casei-me novamente, com uma garota de sua idade, lindíssima, de parar o trânsito, e mais uma vez me meti numa outra armadilha. Não dá certo, você não vai ser feliz se o namoro começar nas coxas, se começar quando já deveria terminar. Aliás, nunca ter existido, senão uma transa e tchau. Momentos lindos todos temos, seja com nosso cachorro, seja com alguém que nos apaixonamos, mas não é isso que interessa tanto, porque você poderá ter momentos lindos o tempo todo, basta estar feliz. O que importa é o quanto a pessoa que está com você te levanta, te faz querer ser parecida com ela, te faz reagir, sair do lugar, meter os peitos no mundo sabendo que na retaguarda terá alguém para suportar suas pancadas. Estou há 10 anos sem namorar, até tentei em 2010, mas não deu certo, porque a moça estava com a metade da minha idade e a família fez a cabeça da garota. É, foi o tapa que eu precisava para não ir com sede ao pote. Amar pode dar certo, mas que se ame num amor inteligente. O conselho que dou é que você siga sua vida, conquiste seus méritos, seja o seu melhor e atraia alguém que mereça estar com você, que queira tanto estar com você, a ponto dele ser seu porto-seguro, e não seu papai-noel de todo dia. Esse rapaz vai encontrar uma garota que precise dele, nos moldes que ele está desenhado. Talvez ele se torne um cara melhor, um cara interessante, mas não pra você que já conhece suas limitações, suas mentirinhas e principalmente suas preguiças. Ele sempre lembrará de você como realmente o tapa na cara que precisava ter para ser melhor, será grato por isso. E você sempre lembrará dele como o tipo de relação que você deverá dispensar, se quiser se realizar como esposa e mãe algum dia. Cuide de sua imagem pessoal, da sua beleza física e alie isso à sua intelectualidade. Junte tudo isso à humildade, doçura e um coração leve, amoroso, e terá a receita para ser uma mulher cada vez mais interessante. Se, num futuro remoto, você tope com ele num dado momento da vida e estejam os dois capacitados por igual, e quiserem testar se isso dará certo, testem, mas atualmente, a relação está desgastada, sem nutrientes e precisando de reinvenção. Reinvente-se menina! E deixe que ele também se reinventará no tempo dele. É isso.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.