Resultado de imagem para relações difíceis

Uma das coisas que mais tem me abalado e me entristecido, foi saber o que pensa de fato as pessoas de minhas relações. Umas eu já sabia por elas se posicionarem de tal maneira, ainda que, na minha opinião, fosse um posicionamento antiético. Já outras, que tanto eu prezava, admirava e gostava se revelaram defender um pensamento vil, que me tirou o chão dos pés e me fez sentir sozinho. Estamos passando por uma fase incomum no país, tudo está um caos, estamos à beira de um colapso social, econômico e moral em que pese nessa eleição do dia 07 de outubro de 2018 o marco para dar um basta nesse retrocesso político que vimos tendo desde 1985, quando a esquerda tomou o poder do país, tirando o regime militar da administração pública. Trinta e três anos implantando na memória dos brasileiros de 1980 até os tempos atuais que o que aconteceu foi uma ditadura - o que é uma inverdade. O que houve naquela época é o que está acontecendo hoje em dia, com essa selvageria e promiscuidade comunista em todas as esferas da sociedade. As crianças daquele tempo se tornaram adultos crentes dessa afirmação de que houve uma ditadura no Brasil, mas não houve. O que aconteceu foi um combate constante de comunistas envolvendo cidadãos comuns no jogo de fake news, fazendo com que o Estado se confundisse entre joio e trigo entre a população. Se hoje sabemos que um fake news causa um estrago danado, imagine naquela época em que a Direita não estava preparada para a malícia destrutiva da Esquerda, fazendo-os com que tomassem medidas além da barbárie para localizar e neutralizar os comunistas. Hoje se vê que as pessoas de Direita não se manifestam como os nocivos de Esquerda, porque os esquerdistas de hoje trazem em seu DNA a agressividade, o combate corpo-a-corpo, o enfrentamento, a discórdia, a anarquia e todo barulho que a Direita evita. Não se vê (ainda) pessoas da Direita partindo para o ataque, não se tem notícias de gente da Direita combatendo, porque são pessoas cultas, pensantes, que se posicionam pela intelectualidade e são pacíficos. É onde a Esquerda ganha vantagem e conquista espaço no grito, na agressividade, na subversividade. Mas isso está se nivelando, a Direita não está mais tolerando os afrontamentos e uma nova guerra poderá estourar, do jeito que a Esquerda gosta, principalmente guerra de fake news, apontando para a Direita como ofensiva e agressora, confundindo e enfraquecendo grupos. Lenin, autor do socialismo deixou clara sua posição e conceituação sobre "idiotas úteis" do ocidente, e nem deixando isso escrito os brasileiros esquerdopatas param para refletir e se posicionar de maneira diferente. Então aí entra outra questão, isto é, a ausência do bom caráter, a valorização do assistencialismo público, a preguiça moral e a letargia funcional, a vitimização social e o coitadismo pessoal. Ninguém do Brasil sabe o que é viver em ditadura, mas não precisa se preocupar, basta ir até a Venezuela e se instalar em algum lugar para experimentar o que é estar sob o poder de um só. Para os mais ousados existe a possibilidade de ira à Coréia do Norte e se instalar num quadrado para viver a experiência que lá oferece. Ao regressar ao Brasil (se conseguir sair desses lugares ainda vivo), entenderá que nunca houve ditadura, e vai entender que o comunismo está matando este país gradativamente. Então eu fico sem conseguir encontrar explicação para a mentalidade das pessoas com quem me relacionei por anos, e se manifestam com a ideologia da Esquerda, mesmo vendo o país se afundando numa lama de corrupção, devassidão moral, insegurança total, degradação da educação, da saúde, da cultura em todas as esferas. Há quem diga que tem interesses particulares como a garantia de seu emprego fácil, bem pago, desde que o PT assumiu o controle do país. Há quem se entitula feminista, mesmo sabendo que é uma organização inescrupulosa e imoral. Há quem se decepcione comigo, porque penso e defendo a retomada do país para o crescimento sem corrupção, a educação escolar definitivamente para educar, a valorização da família, a punição impiedosa contra criminosos dentre outros valores em prol de um país melhor, com custo de vida menor. Essas pessoas me causam vergonha e me confundem por causa de eu ter gostado tanto delas, por ter acreditado em suas capacidades intelectuais e por ter me sentido um cara sortudo de tê-las em minha vida. Mas, olha só que frustrante! Há mais esquerdopatas em minhas relações, do que pessoas que pensam como eu penso, acreditam e olham para a realidade do país, e não só para seus próprios umbigos. Sou sapiossexual, pessoas inteligentes me atraem, não só a beleza física, e deparar com essas mentes egoístas me entristece sobremaneira. Então, para justificar o título deste post, estou repensando fazer um upgrade em minhas relações, fazer como os esquerdopatas fazem: radicalizar - com a diferença de não usar do vitimismo para interpelar por uma discussão de autopiedade, porque ninguém é santo, nem o santo em si. Para estreitar relações reflito que terei que me atentar em três fatores básicos: Como é a visão moral, ética, social, econômica e política. Nesse primeiro fator já elimino de manter relações ao perceber que a mente é esquerdopata. Esse tipo de gente não me interessa e quero distância considerável. Como é a visão espiritual, familiar e pessoal. Nesse ponto já percebo se a pessoa é confiável, se tem princípios semelhantes ou próximos dos meus. E como a pessoa reage nos bate-papos. Assim saberei se estou lidando com pessoas de mente expandida, acessível, divertida e flexível. Eu já mantenho poucas amizades, como se não bastasse sou surpreendido com esquerdopatas dentre essas poucas pessoas que me aproximo. Isso é desgastante, não vale a pena nutrir amizade por tantos anos e deparar com essa queda de máscaras depois de tanto tempo. É sofrível, machuca e tornam os dias em tons de cinza. Depois dessas eleições não sei como olharei para essas pessoas novamente com o mesmo respeito e a mesma admiração. Se a Esquerda fosse boa, as escolas seriam para ensinar e aprender com moralidade. Não haveria tantos adolescentes se prostituindo na internet, o público homossexual não cresceria absurdamente nesses últimos anos, a insegurança, a saúde abandonada e o desemprego não seriam a referência desse país tão imenso. O que se vê é tudo o que não se deseja querer para seu filho viver, mesmo assim essa gente só enxerga o próprio umbigo. 

 

Publicado por Rodrih às 19:56 | Link do post
VISTO POR
contador
Comentários
Nossa ! Muito meu momento! Adorei as dicas, muito ...
O ruim das amizades eternnas é continuarem eternas...
Achei massa seu texto! Vou até ler de novo depois....
Obg por esclarecer o limpo
obrigadaaaa! Felicidades para você também! É de co...
Saudade de você mocinha do nordeste, terra das mai...
Oiii Rodrih das águas mais limpas de Brasília! Tud...
ENTENDI TUDOOOOOO!!!! Rô, muitíssimo obrigada pela...
Funciona  isso ai
Olá já li essa resposta umas três vezes e poderia ...
oi. vja soh eu sou cristao e a pastora faz todos o...
EU ERA UM IDIOTA UTILEU ACHAVA Q TAVA LUTANDO CONT...
Estou assustada como não conhecemos a pessoa com q...
Oi Flaviana, obrigado por comentar e trazer uma ex...
ola rodrigo, me chamo Flaviana. li o seu blog e go...
obrigado por emanar energia suficiente para minha ...
Oi gente! Obrigada pelas dicas. Eu não penso em vo...
Drika, Drika, que situação! Estou conversando com ...
Rodrigo, voltei. Aqui é a Drika, aquela que bagunç...
Sim! Vida nova numa nova vida! Mas sem se autossab...
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar
 
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
23
24
25
26
28
29
30
SAPO Blogs