Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Opinadores sem causa

09.11.17, Rodrih

Resultado de imagem para internet

A internet realmente veio para mudar o mundo e todo o conceito da humanidade. Nada mais se faz sem a internet, do campo às masmorras de lugares inóspitos há a cobertura da internet, quer seja no Google, quer seja no Waze. Todos estão envolvidos de alguma maneira com a internet, quer seja através do facebook, whatsapp, linkedin, instagram, twitter ou mesmo e-mail ou skype. Tem tantos outros meios de comunicação que envolvem e prendem as pessoas à internet, como sites de relacionamentos ou de traições conjugais, sites de patrocínios sexuais ou em que tratam homens como mercadorias, chats de bate-papo ou mesmo de games, igrejas usam a internet da mesma forma que os ateus, quem mata ou quem irá morrer nas mãos do assassino, todos usam a internet. É como o dinheiro, você não sabe por onde aquela cédula passou antes de chegar na sua mão. A nota pode ter saído das mãos de um santo, ou mesmo de um estuprador, pode ter sido roubada de uma vítima que morreu pelas mãos do malfeitor, mas mesmo assim o dinheiro chega até suas mãos e você pode comprar pão ou doar a um miserável fazendo uma boa ação. Tanto o dinheiro como a internet são energias que se movimentam pelo mundo e não há origem nem destino. Há quem evite se expor nas redes sociais, mas inevitavemente seu nome estará na internet. Hoje se tem mais poliglotas por Google Translate do que pelo cérebro que aprende uma língua. O Google, por exemplo, é o Oráculo, a nova religião e a mais poderosa de todo o planeta Terra, que tem o poder de promover à vida eterna os mortos, mantendo-os vivos em seus e-mails, páginas sociais, blogs, perfis. Certo dia recebi um aviso de que um amigo já falecido aguardava por mim no linkedin. Tomei um susto, fiquei confuso, mas não precisava de tanto alarde, a internet simplesmente o ressuscitou e o mantém comunicável de certa maneira. A vida após a morte está na internet e ninguém poderá desfazer isso, nem quem inventou a propria internet. Por todo lado as pessoas aumentaram seus ciclos de amizades com a internet e se tornaram ainda mais solitárias e sozinhas. Transtornos psicológicos perderam suas importâncias diante a indução online, onde essas pessoas sempre encontrarão uma justificativa social para abonar suas mazelas. Todos serão aceitos e tratados como normais, porque a internet é a fé e o Google, bem como outros grandes e relevantes sites são as igrejas do futuro. Não tem para onde correr e a letra da música de Ney Matogrosso tem seu real significado em que se afirma que "se correr o bicho pega, se ficar o bicho come".  E solitárias as pessoas se incluem na sociedade opinando sobre tudo, deixando o modo de pensar, suas reações, objeções, broncas e elogios, como se isso fosse pesar em algo ou mesmo causar alguma trasnformação na notícia. Artistas estão se expondo com suas opiniões ferrenhas, quando, na verdade, deveriam manter suas posturas de acordo com a profissão que exercem, mas não, se sentem sozinhos e isolados, excluídos também, daí necessitam opinar, mesmo que isso seja esquecido nas próximas horas. Deixar comentários em alguns sites em que não há resposta, não há feedback nem atenção é como falar com as pedras. 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.