Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Qual o limite do humor?

24.09.16, Rodrih

Imagem1.jpg
Encontrem este cara, e chegará ao cretino que fez o vídeo
e espalhou na internet, sob boatos caluniando a vítima.

 

Mulher nua na BR 101 em Itapema-SC não é piada!
(atente-se para a reflexão complementar)

Assistindo a um programa do Fábio Porchat num momento em que ele recebeu seus colegas de "porta dos fundos", sucesso no YouTube, vi que rolou um desconforto em que ele dizia sobre a pergunta que ele não gosta de responder: "-Qual o limite do humor?". Rafinha Bastos também foi questionado sobre isso, como também o Danilo Gentili. Todos respondem, em suma, que são humoristas e que enquanto estão fomentando a risada, este é o limite do humor. Só que essa cultura transgride o respeito, a moral e a privacidade alheia - ainda que sejam de pessoas públicas. A perversão do humor está tamanha que as pessoas comuns, isto é, quem não é personalidade artística, jornalística ou televisiva, enfim, os expectadores, estão contagiados pela cultura de humor sensacionalista, de baixo nível - a níveis tão baixos como do apresentador João Kleber (apresentador de barbáries). E com tanto envenenamento cultural a educação perdeu sentido, criando bestas sem escrúpulo nem compaixão pelo próximo. A exposição do outro tem sido a coqueluche do momento, num exemplo de canibalismo moral, futilidade absoluta, estupro da educação e assassinato dos bons modos. Graças a Deus meus avós já partiram para uma nova vida além desta, pois escaparam de ver tanta perversidade dessa geração incorreta e sem futuro. Eu, que sou da entressafra de gerações, que pude testemunhar a cultura da sociedade dos anos 70, 80, 90, 2000, 2010 e até os dias atuais me envergonho desses novos "homens", jovens sem limites, sem respeito e sem pudores. Resultados de garotos promíscuos, perdidos e violentos que cresceram à revelia da educação e da lei, de educação marginalizada, marias-que-vão-com-as-outras, influenciados e sugestionáveis. Desprovidos de opiniões próprias, preenchidos de vazio e sem causa. Esse tipo desqualificado de gente que vê uma moça em apuros, nua, e sua mão liga a câmera para flagrar o desespero alheio. Pior do que isso é esse mesmo monstro compartilhar as imagens a título de piada, gargalhada solta, sem a mínima preocupação nem senso crítico de julgamento à uma pessoa atordoada. Ao que foi repassado diz que a moça fugiria de seu marido, num flagrante de traição num motel. Em desespero atravessou a BR 101, do município de Itapema-SC e adentrou-se no primeiro carro que parara diante de si. Com o celular em punho filmando a cena inusitada o motorista, e provavelmente proprietário do carro filmou até onde lhe foi possível, certamente deve ter dado fuga à moça até um local seguro (ou não, ninguém sabe) e compartilhou a filmagem à mercê do humor sobre a desgraça alheia. O maldito não se preocupou com a viralização do vídeo, e como se não bastasse ainda localizou seu perfil no Facebook - em que se pode ver a foto de uma criança correndo na areia, supostamente seu filho, e expôs para as gargalhadas dos insanos. Muitas meninas, moças e mulheres cometeram suicídio porque não suportaram a exposição online, um peso de julgamento de um assunto que não é da conta de ninguém. Se a moça errou, o erro é dela, e só a própria exposição que passou ao sair correndo pela rodovia já lhe serviu de punição por uma suposta traição conjugal. "Quem nunca pecou que atire a primeira pedra", incitou Jesus Cristo no apedrejamento de Maria Madalena, então adúltera ou prostituta no contexto da passagem bíblica. Temo pela moça e sua família e seria prazeroso saber que o covarde que filmou e viralizou o perfil no facebook e o vídeo da moça tenha sido exemplarmente punido pelos órgãos de justiça brasileiros. A podridão cultural de humor de baixo nível já alcançou até a música, com os profanos Max e Mariano, na música "Vou jogar na internet", em que fazem apologia ao "revenge porn", ou vingança pornográfica, em que o namorado infeliz com o término da relação joga na internet momentos íntimos e nudez da ex-namorada. A esses sujeitos a cadeia.

REFLEXÃO COMPLEMENTAR (27/09/2016)

O enunciado do vídeo diz que a moça estava traíndo o marido e saiu em fuga de um motel pela BR 101. Mas vamos aos fatos:

1. Ninguém cogitou que o enunciado partiu do imundo motorista a quem a moça pediu socorro. Como esse porco poderia saber do que se tratava?

2. Ninguém cogitou que a moça possa ter acordado nua de uma tentativa de estupro ou estupro coletivo, e saiu atordoada, fugida, em busca de socorro.

3. Ningém cogitou que a moça fugia de uma tentativa de assalto ou outra ação em que ela se viu correndo risco de vida.

4. Ninguém cogitou que para ser flagrado num Motel é super difícil, principalmente sair nu de dentro dele em direção à uma rodovia. Será mesmo que essa moça estava num motel, em que teve que sair correndo do suposto marido traído, saindo do quarto em que estaria, atravessando corredores, passando pela recepção, depois pelo portão do motel, sempre nua! Pelo amor de Deus, é óbvio que essa história está mal contada! 

A quem cabe julgar alguém em seu mais profundo desespero? É no desespero de alguém que se tem a graça?

Na internet vi alguns sites de "notícias" sensacionalistas, feitos por gente sem escrúpulo nem vengonha na cara, que se intitula utilidade pública, mas são nada mais do que covil de frustrados, que se promovem à custa do desespero e desgraça alheios, como o site "Varela Notícias", que expunha o boato em forma de notícia sensacionalista, exibindo o vídeo na íntegra sem o pudor e nem a responsabilidade de proteger a identificação da moça. No campo para comentários se via o tipo de caras promíscuos, indecentes que manifestavam suas vontades sexuais pela garota, julgando-a escancaradamente. Animais! Então enviei um e-mail para o site manifestando minha indignação, depois enviei um e-mail para a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo denunciando a falta de ética jornalística deste site sensacionalista. O resultado foi que hoje a página que estava bombando ontem tinha sido excluída. Então sugiro que sejam denunciados esses malfeitores, que se beneficiam de boatos prejudicando a vida de pessoas inocentes, pois o problema de cada um compete a quem o tem, não sendo da nossa conta o que não nos apetece.

3b363358-da28-4363-8ff5-255b83cf12f4.jpg

 

c8e3e109-80f2-4b82-a5a8-17373e61456f.jpg

4223013e-d22b-4366-a3e6-6d771eddb622.jpg

5646.png

 

asd.jpg

 E SE FOSSE A SUA FILHA?

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Rodrih

    27.09.16

    Caro Augusto Medeiros, obrigado por ler o post e participar com sua opinião. Então... se entendi bem você apoia e aprova a exposição íntima de uma mulher, pelo modelo de julgamento dos que filmam e divulgam o desespero alheio?! Ok. Me diga uma coisa, quem te garantiu que a moça estava fugindo de um suposto marido após flagrante num motel? Você - que é um cara inteligente, suponho - se baseou no falatório que intitula o vídeo ou tem embasamento investigativo de que a moça estava traindo alguém? E se ela estava saindo de um estupro coletivo em que estava dopada e acordou desesperada, nua? Como você julgaria? Viu só? É fácil julgar suposições, justamente porque a sua falta de humanidade revela o seu íntimo critério de justiça. Pense nisso.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.