Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Quando me apaixonar..

29.12.21, Rodrih

Neste ano de 2022 completarei praticamente 12 anos que não tenho um relacionamento sério, daquele que meu coração tenha explodido por dentro, e as correntes com o cadeado não deixaram ele se despedaçar de tanta alegria. O ano começa e sinceramente não tenho expectativas para o amor em mim. Amantes, no sentido de ter vários amores delicados, tive aos montes, incontáveis, com as mais belas moças-mulheres, de modo que não posso - e nem teria o direito de falar mal de qualquer uma delas. Dei amor até onde consegui. Algumas chegaram bem perto de estourar o cadeado, outras nem encontraram o caminho para o meu coração, mas todas foram especiais, só agradeço e peço a Deus que abençoe cada uma, que as guiem e dê a elas o verdadeiro amor que tanto buscam. Mas quando eu me apaixonar, acredito que será melhor de como foi em 2010, que meu coração se inflou tanto, que mal cabia no peito. Será melhor porque estarei consciente de cada sentimento, desejoso de cada momento. Estarei pleno do que busco e quero, seguro e atento em dar abundância, mas também em receber. Nada de dar e não receber em pé de igualdade. Desde 2011 passei a viver pensando em quando me apaixonar de novo, sonhando com este dia, procurando nos lugares mais improváveis por alguém que me reacendesse o coração, me permitisse sentir de novo algo tão gostoso e tão bonito. Quando me apaixonar não vou conseguir me conter, vou falar mais do que já falo, sorrir mais, virão planos novos na minha mente, e vou querer realizar todos eles. Vou querer antecipar minha alegria, mergulhar no oceano das ideias e nadar nas ondas da paixão. Quando me apaixonar vou querer cuidar, proteger, dar de mim, fazê-la crescer. Eu saberei que estarei apaixonado quando nada mais me importar tanto. Quando me apaixonar vou me declarar, ser fácil e dado, às vezes bobo também. Ninguém é feliz mentindo seu sentimento a quem se está apaixonando. Quando eu me apaixonar não conseguirei disfarçar e tudo o que já importou um dia, nem tanto importará. É... quando me apaixonar renascerei das cinzas que me fiz ser, como fênix mostrarei o poder do poder que tenho, e a amada me reconhecerá instantaneamente. É a paixão a responsável por tudo, desde o nascimento de uma relação viva, até o nascimento do amor terno anos, décadas depois. Nada sobrevive sem a paixão. Espero que quando me apaixonar, ela, seja quem for, reconheça e não duvide, pode até estranhar, mas não se demore em se lançar sobre mim a sua paixão, porque não tem nada mais gostoso e mais bonito, mais poderoso e mais edificante do que se apaixonar junto com quem tem a sensibilidade de compactuar da mesma paixão.