Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Se liberte da acumulação

19.11.15, Rodrih

Com base no post que montei sobre acumuladores tive o depoimento de uma leitora do blog, que além de manifestar sua frustração pede, nas entre linhas, socorro. O desapego que ela tanto quer ter só vai ser possível quando ela parar de querer organizar as coisas e começar a eliminar. Eu sei, parece um insulto eu dizer isso, mas você precisa acreditar nisso. Mas não elimine tudo de uma vez, porque você não conseguirá fazer isso logo de cara, então faça assim: Coloque uma cartolina na parede, pregada com fita crepe, como esse modelo:

cartolina 1.png

Compre aquela caneta chamada "pincel atômico" preta e não mais do que uma. Compre uma lata de óleo de soja (ou garrafa plástica) e deixe-a perfurada na tampa ou abra o lacre do gargalo.

Agora você vai ler a cartolina: Não nasceu aqui: papel, plástico, papel metálico, caixas de papel, latas de metal, vidros e frascos. Ter espaço é lindo!

Deixe a cartolina na parede por um dia e encontre no meio das coisas uma caixa de papelão. Observe bem, não é caixa de plástico ou de metal, é de papelão. Se não tiver, então providencie uma caixa de papelão, mas é apenas uma e não mais que uma!

Agora coloque a caixa de papelão perto do cartaz de cartolina e deixe lá por mais um dia, não mexa nele.

No dia seguinte leia novamente o cartaz de cartolina e comece a se desapegar das coisas que só te faz sofrer. Se transforme em caçador e tudo que for material de papel você jogue dentro da caixa: guardanapos de restaurantes, cartão de visita, folder, panfleto, cupom fiscal de comprinhas pequenas, forro de bandeja de lanchonete, papel de presente usado, revista que você já leu, jornal, adesivo de papel, etiqueta de papel etc.

Pegue o recipiente de óleo de soja e derrame um fio desse óleo sobre os papéis que você jogou dentro da caixa fazendo um caracol com o óleo.

Pegue tudo o que for de papel, siga o que diz na cartolina: papel.

E quando terminar de jogar todos os papeis e ter feito um caracol com o fio de óleo de soja, então você vai na cartolina e escreve com o pincel atômico ao lado:

cartolina 2.png

 

 Minha casa está mais limpa! Escreva isso e risque a palavra papel. Em seguida, depois de eliminar todos os papéis e melar com óleo vegetal, você pegue a caixa de papelão cheio de papéis e melada de óleo de soja e jogue os restos de comida dentro dela. Depois que tiver razoavelmente suja e toda lascada, molhada e gordurosa, leve a caixa para a lixeira e deixe lá. Dê as costas e vá para sua casa.

Aguarde uma semana inteira e vá atrás de outra caixa de papelão escrita: plástico e faça a mesma coisa com ela, encha de plástico como: tampa de caneta, caneta promocional, sacos plásticos, copos descartáveis, frascos de produtos, capa de celular que não tem uso algum, teclado velho, cartão de pvc, talheres de plástico, enfim, tudo o que for material plástico. Depois derrame um filete fino de óleo de soja sobre tudo dentro da caixa, mas não jogue lixo orgânico, porque é material reciclável. E só leve para a lixeira quando o caminhão de lixo estiver passando. Caso você não saiba o horário que passará ou more em apartamento, leve essa caixa fechada e dentro de uma sacola plástica ou saco de lixo e jogue-a num contêiner de entulho ou de lixo num outro lugar. O objetivo é que você não se arrependa e volte para resgatar esse material.

Risque a palavra plástico na cartolina e escreva do lado: "Minha casa está mais leve."

Aguarde uma semana inteira e vá atrás de outra caixa de papelão escrita: papel metálico ou simplesmente metais e faça a mesma coisa com ela, encha de papel alumínio, latinhas de refrigerantes, cervejas dentre outras bebidas, papel alumínio de bombom, cereais, doces e salgados. E de novo passe o filete de óleo em todo ele. Feche essa caixa depois de ter a certeza que todo material de papel metálico esteja dentro da caixa. Repita a operação no descarte e escreva na cartolina: "Minha casa é toda minha."

Faça a mesma coisa para outras coisas e crie sua frase libertadora.

Quando você se der conta terá mais espaço e mais razão para convidar pessoas para sentir como você realmente está mais sociável e menos acumuladora.

Qualquer coisa me envie um e-mail: umavezildo@gmail.com

Mãos à obra!

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.