Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

Escravos Modernos

29.03.15, RodrihMC
Há muito tempo eu venho observando a inversão de valores na vida que vivemos, na forma que levamos a vida, e em tudo que nos é imposto, nos forçando a aceitar as mudanças que, muitas vezes, são valores invertidos. Assim como o voto elege o político e a massa é quem coloca no poder o corrupto, tal qual é como a própria sociedade se contamina com opiniões nocivas e invertidas dos valores humanos. A mesma comunidade que critica o criticado é julgadora de si mesma, porque também (...)

Tropeços femininos

18.01.15, RodrihMC
Aqui neste blog eu fiz dois (2) posts falando do homem misógino. A repercursão foi intensa e tive muitos comentários, além de e-mails, ora me parabenizando (inclusive por homens), ora me massacrando até com ameaça de ter uma bomba no meu carro. Nesse caso respondi que meu carro tem tanta bomba... bomba de óleo, bomba de gasolina, bomba de injeção d'água do limpador... então uma bomba a mais será uma entre tantas. Mas hoje estou apto para falar da mulher que odeia os homens. (...)

A mente não mente!

02.06.14, RodrihMC
Tenho conversado com muitas pessoas, em geral, amigas sobre algo curioso e que elas se surpreendem, apesar de parecer tão óbvia a coisa em si. Considere que você esteja numa festa, que estejam mais de trinta pessoas, e você está sentado numa mesinha, distraído, sem pensar em nada, apenas como mero observador do ambiente com sua música, pessoas em seus blablablas, perfume no ar e sua bebida na mão. De repente, do nada, você olha para o lado voltando seu rosto para onde seus olhos (...)