Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Desde sempre, é a beleza que vende.

19.03.17, Rodrih
  Vejo muitas pessoas dizerem sobre o quanto se sentem sozinhas. Constantemente tem alguém murmurando que vive em solidão a anos, triste, isolado, desmotivado. Uns buscam nas drogas ou nas bebidas alcoólicas o entorpecimento de seus cérebros, a fim de que parem de enxergar suas mazelas pessoais, porque dói demais ser seu próprio inimigo e não ter coragem de sair de sua zona de conforto para mudar esse cenário. Eu mesmo tenho feito isso comigo por longos anos. Eu mesmo menti pra (...)

Esvazie o ônibus em sua estrada

22.09.16, Rodrih
Conversando com uma amiga sobre relacionamentos infrutíferos expliquei à ela sobre o lance da energia sensorial, que em algum post aqui explico bem (acredito que está num post que diz "conheceis a verdade e a verdade vos libertará"), além de outros posts que também comento sobre isso. Ela me contava que os caras só a queriam para comê-la e não para (...)

No silêncio de você

16.12.15, Rodrih
“Solteiro não é um status. É uma descrição para uma pessoa forte o suficiente para viver e aproveitar a vida sem depender dos outros” Existem muitos artigos, textos, posts sobre a coisa de ser solteiro, viver sozinho. No entanto são textos prolixos ou acadêmicos, até mesmo jornalísticos, que já dão canseira já no começo. A menos que esteja fazendo uma pesquisa a respeito do assunto, o tema que vou refletir aqui é meramente de opinião pessoal. Tenho muito mais amigas do (...)

Enquanto o amor não vem

29.09.15, Rodrih
Oi Rodrigo, bom dia!?? Sou Tábata de Alencar, estou a morar em Gaia - Portugal e meus pais são brasileiros. Sou portuguesa mas aprendi a falar mais o português brasileiro do que de portugal. Estou com 26 anos e a desenvolver a profissão de nutricionista. Estou a navegar assiduamente pelo teu sítio e sempre quis saber sobre uma coisa, mas tu nunca te pronunciaste a respeito directamente. Se tu puderes reflectir sobre o que se pode estar a fazer enquanto não se encontra a pessoa (...)

Considerações fundamentais na decisão de casar-se.

13.08.15, Rodrih
Uma amiga psicóloga, com quem tenho grande afeição e admiração, e também tenho constantes reflexões sobre o comportamento humano, me fez uma pergunta que me chamou a atenção. Não tanto pela pergunta em si, mas por eu que tanto falo de relações, não ter falado desse tema ainda, muito embora haja fragmentos deste assunto em alguns posts, como o título Acometido. A pergunta que (...)

O amor não é para você

04.05.15, Rodrih
Queria tanto poder falar sobre o Amor, mas há dias que tento e não consigo. A inspiração vem enquanto estou só pensando, depois se esvai quando me aproximo do computador. E a vida vai se encarregando de me dar assunto, exemplos, motivações para eu falar deste assunto quase impossível de ser dito. O amor... Para mim o amor não existe, é uma utopia, algo que o ser humano criou para que pudéssemos escravizar outras pessoas, torná-las inseguras e desarmadas. Também para (...)

Todo mundo só quer casar

17.05.12, Rodrih
  Depois que me tornei um solteiro bon vivant - e entende-se que bon vivant não é o mesmo que don ruan ou casanova, mas sim um homem de idade madura que vive sozinho por ser solteiro, também por ser vivido e experiente em relações amorosas - entende-se que ser experiente em relações amorosas não é o mesmo que ter se dado bem nelas, mas ter se tornado um companheiro cada vez mais sensível e amoroso com a mulher, muito embora algumas não merecessem tanto esforço - percebi que o (...)

Paixão, o começo de tudo.

10.07.10, Rodrih
  Eu estava comentando com uma pessoa querida sobre o retorno que todo início de uma paixão requer para que subsista e perdure. Como a necessidade que existe de você manter um interesse constante, manifestado em diversas formas para a pessoa de quem você está sentindo atração e interesse, quero dizer, o feedback é necessário para que a paixão não esfrie e não acabe demasiadamente rápido.   Tanto no MSN, quanto por outros canais de comunicação como: