Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

Ouça o sussurro!

18.03.18, Rodrigo Caldeira
A vida o tempo todo emana sinais para você ter o melhor estilo de vida, encontrar a melhor pessoa, se afastar daquela ou daquelas que te fará sofrer, o melhor trabalho, a viagem boa ou a ruim, o negócio promissor ou aquele que fará você andar em círculos, a melhor reação numa discussão. São sinais sutis, numa frequência extremamente alta, entre 20 e 50khz. O ser humano capta de 20 Hz a 20.000 Hz (ou 20 kHz). Acima dessa faixa, há o ultra-som. Abaixo, ocorre o infra-som. Outros (...)

Prisioneira de si mesma

26.05.16, Rodrigo Caldeira
Tenho observado que muitas pessoas vivem prisioneiras de si mesmas. Já há aquelas que se dão Carta de Alforria e seria melhor se tivesse continuado prisioneiras. Existem pessoas que são fugitivas e não duram muito tempo em liberdade, voltando a ser prisioneiras de si mais tardar. Também tem aquelas que dão pequenas escapadelas, mas não demoram muito tempo em liberdade, retornando gratuitamente para suas celas. Não posso esquecer das que se iludem dentro de suas prisões de que (...)

BLOG também é responsabilidade social

13.05.14, Rodrigo Caldeira
      Este post é um e-mail de resposta para uma amiga blogueira, sobre o fato dela ter parado de continuar com seu projeto de refletir sobre um tema muito interessante e que atinge a maioria das mulheres apaixonadas ou, no mínimo, que desejam arduamente se apaixonar, viver a satisfação de ter alguém consigo, como companheiro e boa companhia. Em resposta, que a princípio seria enviada por e-mail, mas como o tema é muito importante e pode vir a ser útil para outras pessoas (é (...)