Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Reinventar-se é Preciso! (respondido)

22.07.16, Rodrih
Por: Andre a 22 de Julho de 2016 às 12:01 Caro Andre, estou seguindo a vertente de responder alguns comentários já gerando um novo post, pois apesar que os comentários são importantes, muitas pessoas deixam passar despercebidos que lá há conteúdos muito interessantes. Sendo assim, há um tempo tenho respondido em post aberto. Ola meu nome é Andre e meu caso é quase um dos seus, estou com minha esposa a 16 anos e agora estou passando por um momento que esta tornando freqüente , (...)

Homens astronautas

01.03.16, Rodrih
Em todas as relações os homens têm que passar pela insuportável experiência de um DR (discutir a relação) com uma mulher. É um inferno, algo que não foi feito para o ser humano masculino, o homem, cabra macho. Não há homem nesse planeta que vê com bons olhos uma mulher sendo dramática, fazendo das tripas coração, vomitando tudo o que ela imagina que exista, materializando fantasmas, desenterrando defuntos e alimentando zumbis. A mulher dramática é um pé-no-saco, consegue (...)

Você é hormonal, então sente vazio por quê?

10.11.15, Rodrih
Uma das coisas que mais ouço nos meus diálogos com amigas e alguns amigos é a lamentação de que sentem um vazio quando têm sexo, que não com quem namora, mas com um amigo, colega ou ficante, vulgo P.A*. (pau amigo). É incrível como as pessoas conseguem se iludir com aquilo que só lhes faz mal. Então eu digo o que vou dizer aqui, um conceito do porquê é importante que não se pare de sentir prazer, buscar e sentir esse sentimento tão curativo, senão homeopático. Então vou (...)

O segundo encontro vem sempre depois do primeiro...

18.05.15, Rodrih
Eu já tive alguns primeiros encontros desde que fui lançado a viver um deserto do qual parece que não ter fim em minha vida, muito embora não goste nem um pouquinho dessa vida de solteiro, também não consigo sair dela. E nem é por falta de opção, agora, pois, é por falta de coragem. E são tantos os impecilhos que surgem e são inúmeras as situações que me convence a continuar como estou, ainda que eu deteste a ideia. Cheguei a um certo ponto de não mais ter primeiro (...)