Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

Desde sempre, é a beleza que vende.

19.03.17, Rodrigo Caldeira
  Vejo muitas pessoas dizerem sobre o quanto se sentem sozinhas. Constantemente tem alguém murmurando que vive em solidão a anos, triste, isolado, desmotivado. Uns buscam nas drogas ou nas bebidas alcoólicas o entorpecimento de seus cérebros, a fim de que parem de enxergar suas mazelas pessoais, porque dói demais ser seu próprio inimigo e não ter coragem de sair de sua zona de conforto para mudar esse cenário. Eu mesmo tenho feito isso comigo por longos anos. Eu mesmo menti pra (...)

Nós, HOMENS, vemos tudo em vocês, SQN

15.12.15, Rodrigo Caldeira
Na relação entre um casal há sempre aquela parte que é mais insegura. Geralmente é a mulher, num misto desse desconforto com, e também, a vaidade intrapessoal em que se propõe diante da relação. Esse tipo de comportamento acontece porque a mulher não está satisfeita consigo mesma, tanto em sua aparência, quanto em seu comportamento. Está (...)

Enquanto o amor não vem

29.09.15, Rodrigo Caldeira
Oi Rodrigo, bom dia!?? Sou Tábata de Alencar, estou a morar em Gaia - Portugal e meus pais são brasileiros. Sou portuguesa mas aprendi a falar mais o português brasileiro do que de portugal. Estou com 26 anos e a desenvolver a profissão de nutricionista. Estou a navegar assiduamente pelo teu sítio e sempre quis saber sobre uma coisa, mas tu nunca te pronunciaste a respeito directamente. Se tu puderes reflectir sobre o que se pode estar a fazer enquanto não se encontra a pessoa (...)

Gari Gata...

03.09.15, Rodrigo Caldeira
Nós brasileiros já estamos tão acostumados a sermos feitos de bobos, que qualquer besteira já nos faz admirar e achar lindo. A começar pelo o que fazem os políticos do PT e seus aliados, todos nós somos idiotas aplaudindo idiotas a troco de nada. Tiramos um idiota e pomos outro em seu lugar, mas não temos coragem de levantar o braço e dizer: "Põe eu, que arrumo essa joça!", porque além de bobos somos medrosos. Eu também não levanto o braço, mas eu sou formador de opiniões - (...)

Respeitável público! O circo chegou!!! a 2011-09-20 02:36:09

12.01.15, Rodrigo Caldeira
em 22 de Março 2014, 03:21:27O texto a seguir é um manifesto de reflexões para que as pessoas tenham mais consciência sobre a importância das relações. Minhas expressões, muito embora agressivas para alguns, são provocantes, intrigantes e tem a pretensão de causar certo incômodo a quem lê e que esteja precisando de "um toque". Já que nada acontece por acaso e que existe um propósito por trás de todas as coisas, quem sabe se um texto desses seja exatamente aquilo que precisa (...)

O império da vaidade e a paranóia do corpo

18.02.14, Rodrigo Caldeira
          Apesar que eu definitiva e realmente vou morrer apaixonado pela beleza física, não posso concordar com a realidade que hoje consome, dilacera e aniquila jovens teens e adultos jovens de nosso século. Há muita verdade na ilusão que consumimos hoje, e penso que talvez eu adore a beleza real de um físico normal, sensual e dentro dos limites ético-humanos. Mulheres bombadas, masculinizadas, cuja até a voz é alterada, não, destas eu não considero fator de beleza e (...)

HOMENS: Brochar dá pra evitar... (ou não) [Atualizado]

07.08.13, Rodrigo Caldeira
    Sexo bom é sexo feito com carinho e muita cumplicidade. Se você é um cara do tipo pensador, crítico e reflexivo como eu, não leve a mulher que você ainda vai conhecer para o motel. Você irá brochar, pode acreditar. Se você está acostumado a ter seus momentos de tesão com um tipo de mulher (alta, baixa, branca, negra, fofinha ou magrinha, inteligente ou avoada), não mude de repente, porque você irá brochar também. Se ainda assim você dormiu pouco na noite anterior, fez (...)