Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

CABALA

27.07.09, Rodrih
הרב לוריא Yitschac ארי כותבת את זה כדי להסיר את המחלה של חולה הנפש חייב לקחת אותם, לעשות תשובה בצום ו, ו להתמר עם שקי ואפר. הרמב"ם אומר כי "אין שום תשובה בלי סבל." תשובה גורמת סבל. תיקון התהליך כולו דורש כאב. אנחנו בכוונה לפגוע בשר שלנו להרוס את הרצון חטא.    O Santo Ari (Rabi Yitschac (...)

Estou triste demais

27.07.09, Rodrih
Ah! Se o mundo inteiro Me pudesse ouvir Tenho muito prá contar Dizer que aprendi... E na vida a gente Tem que entender Que um nasce prá sofrer Enquanto o outro ri.. Mas quem sofre Sempre tem que procurar Pelo menos vir achar Razão para viver... Tim Maia Azul da cor do mar (fragmentos)

é

26.07.09, Rodrih
é uma saudade é a voz que falta é o corpo sem tato   é a falta que faz é o cheiro que some é o gosto sem sabor   é a dor da partida é a alegria da chegada no sonho na noite esquecida   é o amor que morre aos poucos é o calor que esfria com o tempo é o suor que gela a mente é a mentira que se sustenta no ar   é o cansaço da perda distante é o pensamento que não pára de pensar é a imaginação que projeta os amores é a tristeza que não deixa eu viver

Vivendo Por Viver (hoje, 7 meses)

22.07.09, Rodrih
  Sem motivo vou vivendo por aí por viver Meus valores tão confusos reprimidos por você Troco passos sem sentido pelas ruas sem saber aonde ir E viver já nada mais significa Até já me esqueci. Volto para casa onde eu procuro me esconder De pessoas que acreditam meus problemas resolver Mas eu insisto em cultivar sua presença Mesmo sem você saber E ainda espero a cada dia sua volta É só você querer. As lembranças me chegam sempre em noites tão vazias E mexem (...)