Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Ho'oponopono: entendimento coerente.

26.05.18, Rodrih
Primeiramente me desculpe pelo tamanho do texto, mas foi necessário para que todas as pessoas que lessem, pudessem absorver o conteúdo sem fantasias, sem ilusões. Num primeiro momento redigi esse texto como um único bloco, seguindo o modelo deste blog, também tratei a dinâmica do ho'oponopono de uma forma que, nessa revisão, retirei essa dinâmica depois de conversar e trocar informações com outras pessoas entendidas do assunto e formadoras dessa opinião, mais precisamente. Para (...)

Todos conectados a seu tempo

13.07.16, Rodrih
No quarto mês de meu Ano Sabático me sinto em harmonia pessoal para explorar meu ego e afirmar que estou sozinho de fato e de direito. Levo uma vida solitária desde a separação, que culminou em divórcio em dezembro de 2008, quando me vi encenando uma presepada bem articulada de uma acusação infame e de muito mal gosto. Me rendeu oito anos de um sentimento de culpa, cultivando traumas sociofóbicos num ostracismo interminável. Esse acontecimento mudou todo o curso de minha vida, (...)

Deus, sendo Deus deveria saber...

07.05.15, Rodrih
Eu fico me perguntando com um tanto de receio, mas pergunto assim mesmo... Deus, sendo Deus deveria saber que o mundo hoje está bilhões de vezes pior do que o mundo quando Ele inundou-o, matando centenas de pessoas infames. O mundo há dois, cinco ou dez mil anos atrás não tinha a quantidade de humanos relevante para nenhum censo. Haviam poucas tribos e obviamente a lei do mais forte (ou o mais bem armado) prevalescia, com certeza. Num tempo em que "bobeou, morreu", então por que (...)

Vivendo Por Viver (hoje, 7 meses)

22.07.09, Rodrih
  Sem motivo vou vivendo por aí por viver Meus valores tão confusos reprimidos por você Troco passos sem sentido pelas ruas sem saber aonde ir E viver já nada mais significa Até já me esqueci. Volto para casa onde eu procuro me esconder De pessoas que acreditam meus problemas resolver Mas eu insisto em cultivar sua presença Mesmo sem você saber E ainda espero a cada dia sua volta É só você querer. As lembranças me chegam sempre em noites tão vazias E mexem (...)