Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

O poder destrutivo do misógino

28.07.20, Rodrih
Em 2012 conheci uma mulher muito bonita pela internet. A conheci através de um texto que escrevi num site de escritos literários, como poesia, poemas, cartas, contos etc. Ela elogiou meu texto, que não lembro do que eu falava, mas, enfim, me passou seu MSN e começamos a conversar. Não pude esconder meu encantamento por sua beleza na foto do seu perfil neste site, até ficar desapontado com a foto real pelo MSN. Mas como assim? Seria a mesma pessoa? Fiquei bolado. E a conversa fluiu, (...)

LECTUS CAPS - Efeito placebo

25.07.18, Rodrih
  Quando visualizei o comercial no Facebook do Lectus Caps prestei atenção nos depoimentos, depois fui ver o conteúdo, o contexto e por algum motivo me deixei convencer que se tratava de um suplemento mental poderoso. Ledo engano! Comprei o Lectus Caps para experimentar, foram 3 frascos. Chegaram e estava ansioso para começar a tomar as cápsulas, então abri os depoimentos novamente e munido de alegria que minha mente seria turbinada comecei a tomar. Depois de 1 frasco e sem (...)

Todos conectados a seu tempo

13.07.16, Rodrih
No quarto mês de meu Ano Sabático me sinto em harmonia pessoal para explorar meu ego e afirmar que estou sozinho de fato e de direito. Levo uma vida solitária desde a separação, que culminou em divórcio em dezembro de 2008, quando me vi encenando uma presepada bem articulada de uma acusação infame e de muito mal gosto. Me rendeu oito anos de um sentimento de culpa, cultivando traumas sociofóbicos num ostracismo interminável. Esse acontecimento mudou todo o curso de minha vida, (...)

Renuncie à bengala!

12.07.16, Rodrih
Uma das coisas que mais procuro recomendar às pessoas - e até a mim mesmo - é a necessidade de renunciar à bengala. Todos nós usamos uma terceira perna para nos mantermos em pé. São muletas, bengalas, andadores ou mesmo os ombros alheios. A maior covardia que fazemos contra nós mesmos é nos permitir andar apoiados sobre algo que não sejam nossas próprias pernas. Quando você se permite ter a nova experiência de andar com suas pernas perceberá o quanto a vida se torna gigante (...)

Amor Próprio, uma questão de dignidade.

09.04.15, Rodrih
Há bom tempo, desde que me envolvi com a primeira mulher que viria entrar na minha vida, e ininterruptamente até a última com quem me relacionei entre tapas e beijos, não obstante e também com uma a quem prestei serviços (ou pelo menos tentei) têm, entre si, uma característica peculiar: O CONVÍVIO CORROSIVO. Me dei conta hoje, agora, para dizer a verdade, aqui às 03:39 horas da manhã, em que estou morrendo de sono, com febre e com a garganta inflamada. Sinto fome e minhas (...)

A vida! ... a vida?!

09.05.14, Rodrih
Hoje eu acordei cedo demais, apesar de ter dormido tarde demais também, então, com isso eu dormi pouco demais. Um axioma, "pouco demais", mas é para ser assim mesmo. Acordei e não me mexi, fiquei pensando, olhando para uma costura com linha solta de um dos travesseiros que me fazem companhia durante a noite, aliás, todas as noites. Não consigo dormir sem ver o volume dos dois travesseiros que coloco sempre ao meu lado da cama, como se eu sentisse confortável de saber que não estou (...)