Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Desde 2008 - 716.000 visualizações em todo o mundo. Diário pessoal aberto, onde se pode ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, vislumbrar reflexões psicológicas, sociais e até pessoais.

Cuidado com o famoso "Feliz POR VOCÊ"...

01.10.16, Rodrigo Caldeira
Conversando com uma amiga com quem tenho trocado muitas ideias a respeito da malícia da vida, com conselhos e ensinamentos que estão mudando sua vida e seu comportamento, graças a uma remodelagem de valores com conceitos atualizados e verdadeiros tive, em seu feedback, a satisfação de ouvir as várias histórias em que ela narra com alegria o sucesso de cada orientação. Num desses diálogos ela me disse que a Fulana, amiga dela, ao saber do quanto ela está melhor e se sentindo (...)

Prisioneira de si mesma

26.05.16, Rodrigo Caldeira
Tenho observado que muitas pessoas vivem prisioneiras de si mesmas. Já há aquelas que se dão Carta de Alforria e seria melhor se tivesse continuado prisioneiras. Existem pessoas que são fugitivas e não duram muito tempo em liberdade, voltando a ser prisioneiras de si mais tardar. Também tem aquelas que dão pequenas escapadelas, mas não demoram muito tempo em liberdade, retornando gratuitamente para suas celas. Não posso esquecer das que se iludem dentro de suas prisões de que (...)

Depois de 8 anos

17.04.16, Rodrigo Caldeira
É fato que nada melhor do que o tempo para apagar dores e mágoas, traumas e pesadelos. Ficamos mais tempo ruminando arrependimentos do que renovando sentimentos, simplesmente porque nos tornamos nosso pior inimigo. Nos denunciamos, julgamos e nos sentenciamos - muitas vezes à morte ou à prisão perpétua. Quando isso acontece na ruptura de (...)

Flores na janela, vasos ao chão

09.08.15, Rodrigo Caldeira
  Este post que farei agora é um daqueles raros momentos que nós homens temos coragem de fazer, porque é algo estritamente íntimo, muito embora possa vir a ser libertador refletir sobre cada ato vivido. Flores na janela, vasos ao chão é uma autobiografia amorosa na qual pretendo lembrar das flores que enfeitaram a janela da minha vida, como também dos vasos que caíram ao chão, cujas flores tive que vê-las morrer sem nada poder fazer para salvá-las. Também agradecer por cada (...)

Herança e legado

18.05.15, Rodrigo Caldeira
A Herança tanto pode ser genética, que é referente ao conceito biológico de herança de genes e doenças, também pode ser por herança informática, que é referente ao conceito de informática de orientação a objeto, há a herança no direito, que é referente à herança do ponto de vista jurídico. A herança é um bem, direito ou obrigação transmitidos por disposição testamentária ou por via de sucessão. E legado é tudo aquilo que se pode transmitir às gerações (...)

E se...

10.11.14, Rodrigo Caldeira
Minha mente é inquientante e atrevida, não pára de me perguntar, "e se...?". Tantas coisas acontecem sem que a gente pare para se perguntar se estamos fazendo realmente o que é necessário fazer ou se fazemos aquilo que erroneamente queremos acreditar que é o mais certo a ser feito. E se tudo o que passamos na vida está sendo o resultado errado daquilo que deveríamos estar vivendo hoje, se mesmo que estejamos vivendo alegrias, estas seriam apenas um suspiro de uma grande (...)

O Brasil que a maioria (massa de manobra política) merece...

13.08.14, Rodrigo Caldeira
  Caro Anônimo, se quer um país melhor, mostre a sua cara e a dê para bater!      Haja vista que não é um texto de Arnaldo Jabour, crítico-jornalista que aferroa nosso comodismo de pensar e enxergar, fazendo-nos formar opiniões sobre as barbáries no Brasil e no mundo... principalmente no Brasil. Um célebre e renomado profissional a quem devemos ter mais do que respeito, mas também orgulho de suas opiniões sempre benfazejas.   Entretanto, Arnaldo Jabour pode ter cometido (...)

Como interpretar essa parte da música do Legião Urbana?

01.05.14, Rodrigo Caldeira
"Eu quis o perigo e até sangrei sozinho. Entenda. Assim pude trazer você de volta pra mim..." Teria alguma coisa a ver com Cristo, que, sendo crucificado, salvou a humanidade de seus pecados e trouxe os homens para perto de Deus, afastando Sua ira para sempre?  Se não, como interpretar essa estrofe, já que a canção inteira ele faz menção a Deus:  "Entender como um só Deus ao mesmo tempo é três."(Pai, Filho e Espírito Santo) "E esse mesmo Deus foi morto por vocês."(Cristo (...)

Todo mundo só quer casar

17.05.12, Rodrigo Caldeira
  Depois que me tornei um solteiro bon vivant - e entende-se que bon vivant não é o mesmo que don ruan ou casanova, mas sim um homem de idade madura que vive sozinho por ser solteiro, também por ser vivido e experiente em relações amorosas - entende-se que ser experiente em relações amorosas não é o mesmo que ter se dado bem nelas, mas ter se tornado um companheiro cada vez mais sensível e amoroso com a mulher, muito embora algumas não merecessem tanto esforço - percebi que o (...)

Catedral

05.08.11, Rodrigo Caldeira
O deserto que atravessei, ninguém me viu passar estranha e só nem pude ver, que o céu é maior...    É assim que começo minha reflexão para uma das coisas mais importantes na vida de quem atravessa o deserto em sua vida. Todos nós temos nosso deserto para atravessar. Bem como Cristo que atravessou o deserto por 40 dias e 40 noites, todos nós temos que atravessar nossos desertos, aprender a viver com o mínimo e na recessão do conforto. A travessia de um deserto requer (...)