Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Quando a cumplicidade acaba..

22.09.18, Rodrih
Quando a cumplicidade acaba você não tem muito o que fazer na relação que está com a pessoa querida. Quando você percebe que não há mais cumplicidade, significa que isso já aconteceu há mais tempo e você só está se dando conta agora. Quando sua relação desmorona, é porque ela já estava ruindo há semanas e você não percebeu porque estava com medo de enxergar a verdade dos fatos, que se percebe bem no comportamento de enfrentamento da outra parte nas pequenas coisas que (...)

Fechando o ano, abrindo a mente

19.12.17, Rodrih
2017 foi um ano cansativo, tumultuado, cheio de acontecimentos atípicos ou, muitas vezes, repetitivos. I will survive!!! Todos nós sobrevivemos! Hoje são 19/12 e faço o fechamento de minha conta deste ano. Comecei sozinho e estou terminando sozinho, muito embora venho observando o momento certo para permitir que alguém faça parte de minha vida como eu preciso que seja, mas isso também ficará para o futuro. Uma das coisas que aprendi em 2017 foi com a liberdade em suas duas (...)

Ser parceira não significa ser adversária

07.07.17, Rodrih
Observo muito as pessoas e absorvo as coisas que elas dizem. Mas não costumo digerir de imediato, talvez seja aí uma coisa que me deixa um pouco aquém, quando se tem que trabalhar em equipe. A praticidade não é o meu forte no relacionamento com alguém, porque fico mais focado em outros assuntos como segurança, proteção, bem estar, e o depois. Há pessoas que fazem o que tiver que fazer, sem pensar muito nas consequências. Então isso tem me deixado desconfortável diante algumas (...)

Amor X Paixão (respondido)

03.10.16, Rodrih
Caro Rodrigo, antes de tudo peço que poste esta carta, porque em comentários ela não coube. conheci seu blog em 2009 ainda qdo você vomitava mágoas e tristezas de uma relação de casamento sofrida. Era tanta dor e tanto rancor que me sentia mal de tentar compreender seu psicológico. Enviei algumas mensagens mas você nunca (...)

Homens astronautas

01.03.16, Rodrih
Em todas as relações os homens têm que passar pela insuportável experiência de um DR (discutir a relação) com uma mulher. É um inferno, algo que não foi feito para o ser humano masculino, o homem, cabra macho. Não há homem nesse planeta que vê com bons olhos uma mulher sendo dramática, fazendo das tripas coração, vomitando tudo o que ela imagina que exista, materializando fantasmas, desenterrando defuntos e alimentando zumbis. A mulher dramática é um pé-no-saco, consegue (...)

MADRINHA e PADRINHO para quê?

16.04.15, Rodrih
Publicado em 12/08/2013 - 02:23h, revisado e atualizado em 16/04/2015 15h Não lembro em que época já digitei um post aqui falando sobre madrinhas e padrinhos de casamento, da minha indignação desse papel que ninguém presta com o mínimo de respeito. Mas naquele tempo eu era comedido, hoje estou mais maduro e seguro de minhas opiniões, doa a quem doer. E essa reflexão se estende aos padrinhos e madrinhas de batismo, enfim, a todo tipo de segundo pai e segunda mãe escolhidos para (...)

Como melhorar sua vida com o sexo

19.08.12, Rodrih
    Todos nós estamos sujeitos a enfrentar problemas sexuais. A boa notícia é que a maioria dos casos já pode ser tratada com eficácia. Quem sente dores no estômago costuma correr para o médico, mas quem enfrenta dificuldades sexuais raramente age com a mesma urgência em busca de ajuda. Ao fazer a visita periódica ao ginecologista, boa (...)

Você sabe o que é um MISÓGINO?

04.08.12, Rodrih
RELACÕES AMOROSAS TUMULTUADAS: SERÁ QUE VOCÊ CONVIVE COM UM MISÓGINO?    O termo grego "misógino" é utilizado pelos psicólogos para designar a pessoa que odeia mulheres: miso = odiar e gyne = mulher. Isso, teoricamente falando, porque, na vida real, nem sempre é fácil reconhecer um misógino. Antigamente a palavra que (...)