Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

De bombado a gordinho...

18.11.15, Rodrih
Durante muitos anos eu venho notando uma coisa no mínimo cômica e por vezes trágica. São os bombados do meu tempo de juventude, em que eu ficava como expectador, já que as meninas gatíssimas os preferiam muito mais e prontamente do que garotos como eu, magros, e para piorar, mais altos. Era insuportável ser menos desejado ou indesejado pelas meninas lindas, principalmente quando os mais fortes estavam por perto. E não bastasse serem mais fortes, eram, geralmente, mais bonitos, (...)

Enquanto o amor não vem

29.09.15, Rodrih
Oi Rodrigo, bom dia!?? Sou Tábata de Alencar, estou a morar em Gaia - Portugal e meus pais são brasileiros. Sou portuguesa mas aprendi a falar mais o português brasileiro do que de portugal. Estou com 26 anos e a desenvolver a profissão de nutricionista. Estou a navegar assiduamente pelo teu sítio e sempre quis saber sobre uma coisa, mas tu nunca te pronunciaste a respeito directamente. Se tu puderes reflectir sobre o que se pode estar a fazer enquanto não se encontra a pessoa (...)

Apaixonado por músculos?

30.08.14, Rodrih
Acredita que é um apaixonado por malhação, academia e um corpo musculoso? Cuidado, você pode estar sofrendo de VIGOREXIA.      Vigorexia, ou transtorno dismórfico muscular, um subtipo do transtorno dismórfico corporal, é um distúrbio já classificado como uma das manifestações do espectro do transtorno obsessivo-compulsivo. Em certos aspectos, vigorexia e anorexia nervosa são desordens semelhantes, na medida em que interferem na visão desvirtuada que os portadores têm do (...)

Um amor nas alturas

09.09.13, Rodrih
Aos 12 anos via a cômoda mais alta de 1,60 rente à minha testa. Tudo parecia ter dimensões maiores na minha vida, pela casa por onde eu andava. Aos 15 anos eu comecei a olhar pra minha mãe olho no olho, era estranho, principalmente quando ela corria atrás de mim com um cinto na mão. Naquela época se corrigia a cintadas, agradeço por isso. Já aos 16 anos, como num passe de mágica, eu já andava de ônibus com os punhos transpassados na barra do teto, ficava praticamente pendurado (...)

Engrossar os braços sem academia

16.11.09, Rodrih
Cansei de ter braços magros, estou de saco cheio de ficar insatisfeito com meu corpo e já perdi muito dinheiro pagando academias sem cumprir nem perseverar com freqüências, porque é muito desgastante, humilhante e improdutivo malhar entre os caras sarados, enquanto pareço o patinho feio. Pior é encontrar outro patinho feio, aí a tristeza dobra de tamanho porque nos vemos no outro coitado, rimos dele e conseqüentemente estamos rindo de nós mesmos.  Daí aparecem as gostosas que (...)