Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Misandria, mulheres que tem raiva de homem

20.11.15, Rodrih
Postado em 08.05.2011 / Revisado em 20.11.2015 Misandria é a repulsa, desprezo ou ódio contra o sexo masculino. Esta é uma forma de aversão patológica aos homens, enquanto gênero sexual, sendo considerada o oposto da misoginia, que é o sentimento de repulsa e ódio pelo sexo feminino. Etimologicamente, o termo "misandria" surgiu do grego misosandrosia, composto pela junção das partículas misos, que quer dizer "ódio", e andros que significa "homem". Atualmente, o (...)

Sentimentos Perdidos

28.07.15, Rodrih
Toda mulher se engana quanto ao espécime homem. E isso nunca chegará a um consenso, uma unanimidade. O homem diferencia amor de sexo, com a mesma facilidade que distingue coisas distintas. Não estou tentando justificar infidelidades masculinas, mas é importante que seja dito que ainda que haja, para o ser homem ele detem o mesmo entendimento de sentimentos, sem fazer correr riscos à mulher amada. Note bem, eu disse amada, e não à mulher com quem ele está "preso", "amarrado". Se (...)

Não acreditar no amor

24.07.15, Rodrih
Venho ao longo dos anos tendo cada vez mais entendimento de que não devo/devemos acreditar no amor. Partindo do princípio lógico de que por amor Deus criou a Terra e seu firmamento, e depois de um monte de blablabla ele criou Adão e Eva, que pisaram na bola e foram expulsos do paraíso, mas por amor Deus poupou aos dois e entram aí mais um monte história. Por amor uma porrada de gente morreu no dilúvio por amor aos inocentes, as Cruzadas matou muita gente senão por amor a Deus, (...)

Acredite, SEXO faz bem!

23.06.14, Rodrih
      Ultimamente tenho percebido o quanto as mulheres estão vulneráveis e confusas com relação a tudo o que as envolve, tanto em família como socialmente. Há uma autocobrança ainda resistente de uma cultura conservadora antiga e engessada no comportamento da mulher que sofre um sofrimento que, muito embora pareça não ter solução, tem deixado muitas mulheres infelizes com um sentimento de incapacidade brutal. Mulheres que antes eram sorridentes e se tornaram sérias demais, (...)