Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

http://blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Se trata de um diário pessoal aberto, onde as pessoas podem ler experiências pessoais de vida, de relacionamentos, reflexões psicológicas, sociais ou pessoais.

Esvazie o ônibus em sua estrada

22.09.16, Rodrih
Conversando com uma amiga sobre relacionamentos infrutíferos expliquei à ela sobre o lance da energia sensorial, que em algum post aqui explico bem (acredito que está num post que diz "conheceis a verdade e a verdade vos libertará"), além de outros posts que também comento sobre isso. Ela me contava que os caras só a queriam para comê-la e não para (...)

Viver sem culpa, renascer

26.03.16, Rodrih
Post de 17.04.2010 (5:05h) Revisto e atualizado.   Todos nós precisamos de alguém que precise da gente, mas quando chega um momento em que, infelizmente, nos tornamos dispensáveis, quer por termos perdido o "valor", o status, a beleza, a credulidade, a simpatia ou seja, o interesse em geral (frisa-se: "interesse"), então somos lançados na vala dos (...)

Angústia não te salvará.

10.08.14, Rodrih
      A angústia é um mal que assola a humanidade, frustra pessoas, deprime e limita. É a sensação de total incapacidade pela imensa falta de coragem de agir, ainda que esta ação lhe traga benefícios e felicidade. A angústia está presente na maioria das pessoas que sofrem, aliás, se sofrem, é por angústia de não conseguirem se expressar, pois é através da expressão que a ação acontece e a realização se faz presente. A angústia faz a amada trair o amado por não (...)

Casar ou não casar, eis a questão.

03.08.14, Rodrih
  Casamento surgiu no ano de 950 d.C. Segundo o dicionário Houaiss, o casamento tem alguns significados semelhantes entre si: é um substantivo masculino e entende-se que é o ato ou efeito de casar(-se), união voluntária de um homem e uma mulher, nas condições sancionadas pelo direito, de modo que se estabeleça uma família legítima, é a cerimônia, civil e/ou religiosa, em que se celebra essa união, é o vínculo conjugal entre um homem e uma mulher. Derivação: por (...)